Em 4 hospitais: Pacientes com covid-19 ocupam 89% dos leitos de UTI

(Foto: Amanda Vieira/JP)

Os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos quatro hospitais de Piracicaba que atendem pacientes com covid-19 estão ocupados em média 89%. Em algumas instituições a taxa de ocupação já atingiu os 100%, como é o caso do HRP (Hospital Regional de Piracicaba) e a Unimed que possuem 18 e oito leitos destinados a pacientes com coronavírus, respectivamente.

Já no HFC (Hospital dos Fornecedores de Cana), dos 15 leitos disponíveis aos infectados, 12 estavam ocupados. Na Santa Casa, são dez vagas na UTI e ontem, sete delas estavam utilizadas por pacientes com covid-19.


No HRP, estão previstos para este mês, dez novos leitos pelo Governo do Estado. No total serão 20 novas vagas de UTI para o hospital. Na Santa Casa, outros oito leitos e UTI serão destinados ao atendimento de covid-19.


As taxas de ocupação dos leitos de UTI em Piracicaba seguem o mesmo percentual do restante do Estado de São Paulo que se mantêm-se estáveis, com 80,5% na Grande São Paulo e 71% no restante do Estado.


O número de pacientes internados é de 12.231, sendo 7.700 em enfermaria e 4.531 em unidades de terapia intensiva.

40 MORTES

O boletim da Secretaria Municipal de Saúde desta sexta-feira informou que a cidade tem mais 67 pessoas diagnosticadas com covid-19, sendo 43 casos do Lar dos Velhinhos, incluindo um óbito de uma idosa de 88 anos.

O Lar dos Velhinhos é a 4ª instituição de idosos que registrou morte por covid-19 em Piracicaba. Segundo o presidente do conselho administrativo do Lar dos Velhinhos, Silvio Rodrigues Alves, a instituição tem testado sua população de idosos e funcionários desde a última terça-feira. Alves informa ainda que o Lar aguarda demais resultados de exames.

Em nota o Lar informou que durante o período de testagem, “tivemos dois óbitos de idosos que já estavam acamados e doentes havia muito tempo”.
A prefeitura informou que “a Vigilância Epidemiológica só tem notificado um óbito”.


Os novos casos na cidade, sendo informou a Secretaria, são 54 mulheres, com idades entre 13 e 98 anos e 13 homens de 13 a 77 anos de idade.
Com a atualização de ontem a cidade contabiliza 778 casos confirmados, com 40 óbitos, 240 pessoas em tratamento e 499 casos recuperados.

SITUAÇÃO NO ESTADO
O Estado de São Paulo registra nesta sexta-feira 8.842 mortes e 134.565 casos confirmados pelo novo coronavírus.

Entre as pessoas diagnosticadas com a covid-19, 24.616 foram internadas, curadas e tiveram alta hospitalar.

Dos 645 municípios do território paulista, houve pelo menos uma pessoa infectada em 549 cidades, sendo 283 com um ou mais óbitos.

RESPIRADORES
O Governo de São Paulo recebeu ontem mais 650 respiradores de uma compra de 1.500 aparelhos, modelo Biyovent, da Turquia.

Outros 200 ventiladores desta aquisição chegaram a São Paulo há cerca de dez dias e já foram distribuídos para hospitais do estado. 

Os equipamentos turcos foram adquiridos pela Fundação Butantan e doados ao Governo do Estado de São Paulo para o enfrentamento da pandemia do coronavírus, uma vez que respiradores são essenciais para a implantação de novos leitos de terapia intensiva. 

Nas últimas semanas, o Estado também já havia recebido outras 283 unidades de uma compra da China e outros 60 de um fornecedor nacional. A pasta também recebeu equipamentos de UTI e transporte vindos do Ministério da Saúde.

HOSPITAIS
Desde o início da pandemia, a Secretaria de Estado da Saúde já entregou 977 respiradores, que foram distribuídos para 39 unidades hospitalares de 20 municípios e também equipou 50 ambulâncias com suporte para pacientes graves. 


Foram contemplados hospitais da rede estadual, municipal e filantrópicos que realizam atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Entre os modelos estão 830 utilizados em unidade de terapia intensiva e 147 de transporte. 

A distribuição dos ventiladores é estritamente técnica e é feita para os locais com maior demanda de internações de casos da doença, com estrutura e condição de abertura de novos leitos.

Beto Silva