Em dia sem mortes, Piracicaba vê aumento de mais 153 infectados

Quantidade de infectados por dia continua alta (Foto: Amanda Vieira/JP)

Piracicaba não registrou mortos por covid-19 nesta quarta-feira. Por outro lado, a cidade, que soma 164 óbitos, viu o número de infectados pela doença aumentar em mais 153 casos, chegando a 6.255 confirmados. Entre os diagnósticos de ontem estão 76 homens e 77 mulheres. O total de suspeitos, que aguardam resultados de exames, são 933. A cidade tem 4.627 pacientes curados e outros 1.464 em tratamento.

20 MIL MORTOS
O Estado de São Paulo registrou ontem 20.532 óbitos e 439.446 casos confirmados do novo coronavírus. Dos 645 municípios, houve pelo menos uma pessoa infectada em 637 cidades, sendo 439 com um ou mais óbitos. Entre o total de casos diagnosticados de covid-19, 299.647 pessoas estão recuperadas, sendo que 60.866 foram internadas e tiveram alta hospitalar. As taxas de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) são de 64% na Grande São Paulo e 66,5% no Estado. O número de pacientes internados é de 13.471, sendo 8.055 em enfermaria e 5.416 em unidades de terapia intensiva. Entre as vítimas fatais estão 11.849 homens e 8.683 mulheres.

RESPIRADORES
O Governo do Estado de São Paulo anunciou ontem a marca atingida de 3.011 respiradores distribuídos desde o início da pandemia. O total inclui mais 167 equipamentos distribuídos nesta semana para hospitais de 51 cidades localizadas em todo o Estado.

Os ventiladores pulmonares possibilitam a abertura de novos leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva), garantindo atendimento aos casos graves provocados pelo novo coronavírus.

A remessa desta semana contempla serviços localizados em 14 Departamentos Regionais de Saúde. Para a área de abrangência do DRS Piracicaba, serão 33 respiradores: Santa Casa de Leme (5), Sociedade Operária Humanitária Limeira (10), Hospital Regional de Piracicaba (3), Santa Casa de Pirassununga (4), Unidade Sentinela de Pirassununga (1), Fundação Municipal de Rio Claro (5) e Hospital Maternidade de Rio das Pedras (5).

A distribuição é técnica e feita para locais com maior demanda de internações por covid-19 e estrutura para novos leitos, permitindo ampliação da capacidade de atendimento da rede pública de saúde.

Para enfrentamento à pandemia, o estado de São Paulo dobrou o número de leitos de terapia intensiva no SUS, ultrapassando 8 mil leitos do tipo.

FIOCRUZ
A Fiocruz lançou nesta quarta-feira (22), pesquisa nacional Condições de Trabalho dos Profissionais de Saúde no Contexto da Covid-19 no Brasil. O objetivo do estudo é conhecer as condições de vida e trabalho de médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e fisioterapeutas que atuam diretamente na assistência e no combate à pandemia do novo coronavírus.

De acordo com Boletim Epidemiológico Especial nº 22 do Ministério da Saúde, até o dia 11 de julho, foram registrados 180 mil casos de Covid-19 em profissionais de saúde de todo o país, com 163 óbitos. A pesquisa tem parceria dos Conselhos Federal de Enfermagem e Conselho Federal de Medicina.

O estudo liderado pela Fiocruz conhecerá a realidade das condições de trabalho dos profissionais na linha de frente da Covid-19 buscando compreender o ambiente e a jornada de atividade, o vínculo com a instituição, a vida do profissional na pré-pandemia e as consequências do atual processo de trabalho, envolvendo aspectos físicos, emocionais e psíquicos desse contingente profissional.

“Mesmo diante de um cenário de pandemia, observamos denúncias e relatos de profissionais que estão em situação de precarização do vínculo de trabalho, salários atrasados, insegurança e sobrecarga de trabalho que geram stress, adoecimento e desgastes físicos e psíquicos”, afirma a pesquisadora da Fiocruz Maria Helena Machado, coordenadora do estudo.

As profissões mais registradas dentre os casos confirmados de Síndrome Gripal por Covid-19 foram técnicos e auxiliares de enfermagem (62.633), seguidos dos enfermeiros (26.555) e médicos (19.858).

Beto Silva

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

doze − 2 =