Em meio à pressão, governo adianta pagamentos

Foto: Divulgação

Sintercamp é recebido pelo Dirigente Regional de Ensino

A equipe de mobilização do Sintercamp (Sindicato dos Trabalhadores em Refeições de Campinas e Região) esteve ontem (quinta-feira) na Delegacia Regional de Ensino de Piracicaba em ato de protesto contra a empresa Especialy Terceirização, responsável pela merenda estadual de Piracicaba. O sindicato foi recebido pelo Dirigente Regional de Ensino, Fábio Augusto Negreiros. O Sintercamp expôs na reunião todas as irregularidades que a empresa vem cometendo, entre elas atraso no pagamento de salário, vale-refeição e cesta básica.

Diante da situação e como solução, a Diretoria de Ensino antecipou o pagamento da fatura à Especialy para que a empresa não atrasasse o pagamento dos salários. Também ficou pré-agendada para a próxima quarta-feira (dia 11) uma reunião com representantes da Delegacia Regional de Ensino, da Especialy e do Sintercamp para ajustar a permanência da empresa no contrato e regularizar todas as pendências com os trabalhadores. As informações são do Sindicato dos Trabalhadores em Refeições.

OPERAÇÃO
Em dezembro de 2021, a Prefeitura de Piracicaba anunciou o fim do convênio com o Governo do Estado para o Programa de Alimentação, que fornece merenda às escolas estaduais. Desde então é o Estado quem faz toda a gestão das refeições servidas na rede a fim de atender as 62 unidades – 59 escolas, três Etecs (Escolas Técnicas Estaduais) e sete Cases (Centro de Atendimento Socioeducativo). A empresa Especialy fechou contrato em fevereiro e opera no município por R$ 17,18 milhões.

Cristiane Bonin
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

quatro + quatro =