Em oito meses, choveu 55% do esperado em Piracicaba

Até 22 de setembro não há previsão de chuva na cidade (Foto: Amanda Vieira/JP)
Até 22 de setembro não há previsão de chuva na cidade (Foto: Amanda Vieira/JP)

O ano de 2020 tem sido com pouca chuva na cidade. De primeiro de janeiro até 7 de setembro, a média de chuva em Piracicaba foi de 482 milímetros, o que representa apenas 55% da média histórica de chuva para esse período na região, que é de 860 milímetros, de acordo com o meteorologista Bruno Bainy do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp.

O meteorologista lembra que 2020 já era esperado como um ano mais seco pois “os modelos climáticos de avaliação mensal/trimestral têm indicado esses baixos volumes de chuva”, relata.

Bainy informa ainda que a expectativa é de que o trimestre de setembro, outubro e novembro continue com chuvas abaixo da média, “tendo um déficit entre 10 e 50 mm, de acordo com o modelo climático do Instituto Nacional de Meteorologia”, diz.

CHUVA EM SETEMBRO

Até o dia 22 de setembro não há previsão de chuva para Piracicaba. Mas, com a chegada de uma frente fria, há previsão de chuva generalizada em boa parte do estado entre os dias 22 e 23, inclusive Piracicaba.

“Para a região de Piracicaba, a estimativa é de um volume em torno de 20 mm, o que pode ser considerado um acumulado bom para um único evento de chuva”, comenta Bainy.

Andressa Mota