Em outros cinco bairros falta ou falha o serviço de coleta seletiva

Sem o Reciclador, coletores de lixo levam os recicláveis (Foto: Amanda Vieira/JP)

Moradores de outros cinco bairros da cidade também relataram ao Jornal de Piracicaba a falta ou realização não adequada da coleta seletiva. Após reportagem publicada na terça-feira (25) de que a coleta seletiva não era realizada no centro da cidade por quatro meses, segundo moradores, leitores mencionaram problemas também dos bairros Nova América, Piracicamirim, Bairro Alto, Altos do Taquaral e Algodoal por meio de comentários na página do jornal no Facebook.

A prefeitura afirma que a coleta seletiva não foi paralisada pela pandemia. Por meio da Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente), a empresa Piracicaba Ambiental informou que registrou “alguns problemas pontuais de horários dentro dos dias regulares da coleta que estão acontecendo nos locais citados”. Informou que “está corrigindo as falhas, determinando para que coloquem alguns fiscais para acompanhar pessoalmente os serviços nos pontos citados”.

No Nova América, a moradora Claudia Dall Olio relatou que, em algumas ruas do bairro, o serviço passa, mas nem sempre recolhe todos os resídios. “Parece até que estão escolhendo o que recolher”.

Moradora da rua Rio Grande do Norte, no Piracicamirim, a leitora Fabiana Cristina afirmou que a coleta seletiva não é realizada na sua rua desde março. “A gente separa, coloca para fora no dia, mas são os coletores de lixo que pegam no dia seguinte. Estamos quase desistindo de separar. Trabalho de lavar tudo, separar em sacola”. “Eles eram para passar às sextas em torno de 10h, 11h, e não têm passado mais”, disse à reportagem.

Andrea Andreatto Zanoli, moradora da rua Marechal Deodoro no Bairro Alto, relatou que “a coleta seletiva também não passa faz tempo”. E complementou: “Não sei exato o tempo, mas, para você ter uma noção, não passou durante esses cinco meses de pandemia. Tem sábado que passam na Travessa Guerra e depois viram a rua Regente e não passam na Marechal. E, aos sábados, tem feira na rua Silva Jardim (rua debaixo da minha) e fica todo o lixo lá”, conta.

No bairro Altos do Taquaral, a leitora com perfil “Veruska E. Jean”, além de relatar a falta da coleta seletiva, lembrou que o ecoponto da região “está abandonado”. A leitora com perfil “Rose Cesar” também comentou sobre a situação no Algodoal. “No Algodoal, parou faz tempo…”.

A Sedema informou que não foi notificada pela Agência Reguladora Ares-PCJ – responsável por fiscalizar o serviço na cidade – “em relação às recentes reclamações de munícipes mencionados pela reportagem”.

“Tendo em vista as reclamações relatadas, a prefeitura informa que vai se reunir com a Piracicaba Ambiental e a Ares-PCJ para analisar cuidadosamente as reclamações e, caso seja necessário, adotar as medidas cabíveis”, disse em nota.

Andressa Mota

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

5 + seis =