Em Piracicaba, vítima cai em golpe do boleto falso e tem prejuízo de R$ 11 mil

Foto: Alessandro Maschio/JP

Em Piracicaba, uma mulher de 38 anos procurou a Polícia Civil do município para informar ter sido vítima de um golpe, ocasião em que perdeu R$ 11 mil. Casos de estelionato estão sendo cada vez mais comuns aqui na cidade e demandam atenção.

A vítima relatou que possui um veículo Renault Sandero, o qual foi adquirido por meio de um financiamento junto a um banco. A fim de quitar o financiamento do carro, a vítima entrou em contato com um telefone 011 da instituição, mas não obteve êxito. Foi aí que ela decidiu procurar por uma correspondente do banco, daqui de Piracicaba, com sede na rua Benjamin Constant, área central do município. Como o local ainda se encontrava ainda em funcionamento remoto, a correspondente forneceu à vítima um telefone 0800 que coincidia com um número que constava no site da própria instituição.

Em contato com o número, a vítima apresentou sua proposta e foi orientada de que o Departamento Financeiro da instituição entraria em contato com ela, por meio de WhatsApp, para encaminhar um boleto de quitação.

Posteriormente, a vítima recebeu um boleto do banco Votorantim, no valor de R$ 11 mil, com seus dados pessoais, dados do veículo e logomarca da empresa. A vítima efetuou o pagamento, enviou o comprovante ao número do WhatsApp e foi informada de que em breve receberia o documento de quitação para os procedimentos de baixa no gravame.

A vítima percebeu que tudo se tratava de uma fraude quando recebeu uma ligação da institutição financeira, informando que a última prestação ainda não havia sido paga. Ao checar o comprovante, verificou-se o nome de outro beneficiário.

O caso foi registrado como crime de estelionato e agora será investigado.

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

quinze − 12 =