Em Piracicaba, vítima de 34 anos cai em golpe e perde R$ 3 mil

Foto: Alessandro Maschio/JP

Em Piracicaba, uma vítima de 34 anos, moradora do bairro Bosque dos Lenheiros, procurou a Polícia Civil do município para informar ter sido vítima de um golpe de estelionato. Ela informou ter perdido R$ 3 mil.

A vítima conta que encontrou uma moto Honda CG 125 na página de compra e venda de produtos da rede social Facebook, anunciada por R$ 4.500, e demonstrou interesse pelo veículo. Por isso, encontrou em contato com o indivíduo que a anunciou. O indivíduo disse à vítima que a moto estava emprestada para seu irmão, mas que a vítima poderia ir até um endereço no bairro Altos do São Francisco, onde seu irmão mora, para dar uma olhada pessoalmente na moto.

A vítima foi até o Altos do São Francisco, viu a motocicleta e chegou até a fazer alguns testes no veículo. Na sequência, entrou novamente em contato com o indivíduo que conheceu pelo Facebook, dizendo que compraria a moto. A vítima realizou ao indivíduo três depósitos bancários de um caixa eletrônico do Bradesco, sendo o primeiro no valor de R$ 1.500; o segundo no valor de R$ 1.450; e um terceiro depósito no valor de R$ 50, totalizando a quantia de R$ 3.000.

Ocorre que, após a realização dos depósitos, o indivíduo comentou à vítima que ela só poderia levar a moto assim que o dinheiro fosse creditado em sua conta. Ao procurar o irmão do indivíduo no Altos do São Francisco (onde fez testes com a moto), o homem disse que a vítima só levaria a moto dali se uma quantia em dinheiro fosse repassada a ele, visto que a moto era dele e não de seu irmão com quem a vítima iniciou os negócios. Posteriormente, a vítima foi bloqueada no WhatsApp, não conseguindo mais entrar em contato com o homem com quem fez negócios. Foi aí que ela percebeu ter caído em um golpe.

Na delegacia, o delegado Gillys Esquitini Scrocca tomou ciência do ocorrido e registrou o caso como crime de estelionato, conforme rege o artigo 171 do Código Penal. O caso agora será investigado.

OUTRO GOLPE — No dia 07, um jovem de 20 anos também procurou a Polícia Civil do município para informar ter sido vítima de um golpe de estelionato. Ele contou que viu pelo Instagram o anúncio da venda de um iPhone 11 por apenas R$ 2.000. Após fazer um acordo com o suposto vendedor, ficou acordado entre eles que o jovem pagaria R$ 1.000 antecipado e o restante ao pegar o aparelho. Posteriormente, ao transferir R$ 1.000 ao golpista por meio de PIX, o jovem contou que não conseguiu mais entrar em contato com ele. O caso também será investigado pela Polícia Civil.

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

15 − 6 =