Empoderamento na Semana de Luta da Pessoa com Deficiência

Por meio de lives, CRP e Câmara discutem essa realidade

O dia 21 de setembro é dedicado à luta da pessoa com deficiência visando combater o preconceito e garantir igualdade de direitos a todos. Na cidade, programações para lembrar a data ocorrem durante todo o mês e se intensificam a partir de segunda-feira (14). Neste ano, pela pandemia, as discussões serão feitas via transmissões ao vivo, como as lives na página no Facebook e canal no YouTube do CRP (Centro de Reabilitação Piracicaba) e no Instagram do Parlamento Aberto, da Câmara dos Vereadores.


“Queremos criar um espaço onde jovens e adultos com algum tipo de deficiência (intelectual, física ou múltipla) possam contar como exercem seu protagonismo e como essas vivências dão sentido ao seu projeto de vida”, conta a consultora de projetos do CRP, Euclidia Maria Fioravanti.

As lives do CRP serão sempre às 15h. A primeira, negunda-feira (14), o CRP promove a live “Música e inclusão na escola especial”. Na terça-feira (15), “Protagonismo e empoderamento por meio da música”. Na quarta-feira (16), “Temos direito a igualdade de oportunidades”. Na quinta-feira (17), “Inclusão de pessoa com deficiência intelectual no trabalho”. E na sexta-feira (18), “Temos que falar sobre sexualidade e deficiência”.

A programação da Câmara faz parte da campanha “Setembro Verde Azul”, que contempla a luta pela acessibilidade de todas as pessoas com deficiência, com altas habilidades/superdotação ou com transtornos do desenvolvimento (Setembro Verde) e o as atividades comemoradas tradicionalmente pela comunidade surda (Setembro Azul).

As lives do Parlamento Aberto serão de 14 a 18 e 21 a 25 de setembro, sempre às 17h. Os temas serão, cada um em um dia, comunidade surda, ostomia, dança inclusiva, síndrome de down, surdez, nanismo, cegueira, música inclusiva, autismo e luta das pessoas com deficiência.

No dia 21, às 12h, o Programa Parlamento Aberto Entrevista, da TV Câmara, conversa com Marco Castilho, presidente do Conselho Nacional das Pessoas com Deficiência; Francisco Nuncio Cerignoni, presidente do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência de São Paulo; e Wander Viana Santos, coordenador do Conselho Municipal de Proteção, Direitos e Desenvolvimento da Pessoa com Deficiência de Piracicaba (Comdef).

Andressa Mota