Encontro em Piracicaba discutirá cadeia de valor da reciclagem

1
616 views
Piracicaba tem cerca de 150 empresas envolvidas na cadeia de valor de reciclagem (Foto: Amanda Vieira/JP)

Piracicaba já é referência nacional em saneamento, e agora quer posicionar-se entre os municípios brasileiros com melhor solução para os recicláveis. Para isso, no dia 04/06, data que antecede o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Prefeitura vai reunir os principais protagonistas do setor para ouvi-los e acolher demandas, a fim de articular ações para melhorar a cadeia de valor dos recicláveis.

O encontro, que acontecerá no anfiteatro da Prefeitura, a partir das 15h, é uma iniciativa conjunta das secretarias municipais de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), Governo e do Trabalho e Renda (Semtre), com o apoio da Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba), Coplacana (Cooperativa dos Plantadores de Cana) e do Simespi.

De acordo com o prefeito Barjas Negri, idealizador do encontro, a proposta é atualizar os dados desse setor na cidade, e compreender a sua nova dinâmica, que tem se ampliado nos últimos anos, especialmente em razão do aumento no desemprego e da elevação no nível de consciência ambiental. “Queremos ouvir para depois, juntos, propor medidas para melhorar ainda mais a destinação adequada aos nossos recicláveis, afinal, a sustentabilidade tem sido uma meta de governo”, observou.

O prefeito também ressaltou a importância de se ampliar a rede de amparo e de orientação para quem ainda está na informalidade. Para isso, sinalizou a realização de oficinas e cursos de capacitação, iniciativa que deverá ser feita com o suporte da Secretaria Municipal de Trabalho e Renda.

Para o encontro, que é aberto à participação popular, estão sendo convidados os catadores de recicláveis (cooperados e autônomos), empresas de beneficiamento de recicláveis, ferros-velhos, técnicos do setor, estudantes e pessoas ligadas ao setor da reciclagem.

O QUE É CADEIA DE VALOR?

A Cadeia de Valor é um conjunto de atividades, cuja lógica se ampara na melhoria dos processos de cada um dos ciclos de produção. Na reciclagem, os atores envolvidos são os produtores (domésticos, comerciais e industriais); os sensibilizadores, que são as entidades de amparo e de fomento à reciclagem como a Prefeitura e ONGs; os coletores (catadores cooperados, organizados ou autônomos); segregadores, que são os que separam os recicláveis por categoria; os armazenadores, que processam, embalam e acomodam o conteúdo para venda; os negociadores, que estabelecem a relação comercial com os compradores; e os transformadores, que são representados pela indústria da transformação que adquirem a matéria-prima e a transforma em produtos finais ou semielaborados.

Em Piracicaba, há cerca de 150 empresas formalmente envolvidas na cadeia de valor da reciclagem, segundo dados da Secretaria Municipal de Finanças. No entanto, espera-se que, a partir dessa primeira iniciativa, os envolvidos sintam-se estimulados a formalizar-se, ampliando assim, a geração de trabalho e renda na cidade, a partir de materiais que antes eram despejados no meio ambiente.

Da Redação

1 COMENTÁRIO

  1. PROJETO : PREVENIR, EDUCAR, RECICLAR……….. MAIS DE 30 ANOS ANALISANDO, PESQUISANDO E TESTANDO COMPORTAMENTOS QUE TRABALHEM A SENSIBILIDADE EM BUSCA DA CONSCIENTIZAÇÃO, PROCURANDO DE MANEIRA MORAL, PROFISSIONAL, CULTURAL E SOCIAL O EQUILÍBRIO ENTRE CONSUMO, LIXO, E ARTE EM CONSONÂNCIA COM ECO 92, REDUZIR, REUTILIZAR, RECICLAR, HOJE SOMENTE ABRINDO UM INQUÉRITO PARA RECUPERAR O PREJUÍZO MORAL, PROFISSIONAL, CULTURAL É QUE PODEREI PROVAR MEU PROJETO COMO CIDADÃO PARA TAMBÉM PARTICIPAR DOS DESAFIOS DA ODS COM META PARA 2030 LEMBRANDO SEMPRE QUE SUBESTIMAR A CAPACIDADE DO CIDADÃO PODERÁ CRIAR SITUAÇÕES DE ATRITOS ENTRE LEGISLATIVO, EXECUTIVO E JUDICIÁRIO POR OMISSÃO E PREJUÍZO NA PRATICA MORAL, PROFISSIONAL, CULTURAL E SOCIAL

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

3 × 3 =