O Lar dos Velhinhos de Piracicaba criou uma comissão para focar no aprimoramento administrativo da entidade para aumentar a arrecadação, solucionar problemas internos e ampliar o número de atendidos, principalmente de idosos carentes.

O primeiro encontro da nova comissão está prevista para março, após as festividades do carnaval. O órgão será composto por sete profissionais de diversas áreas, como administração, direito e contabilidade, que têm conhecimento das necessidades da instituição para propor soluções viáveis.

Após receber prêmio nacional pela Defesa e Promoção dos Direitos da Pessoa Idosa, demanda cresceu no Lar. (Crédito: Amanda Vieira/JP)


De acordo com o presidente do Lar, Jairo Mattos, após receber, em 2018, o prêmio Zilda Arns pela Defesa e Promoção dos Direitos da Pessoa Idosa, do Congresso Nacional, cresceu a procura pelo Lar para internações de idosos. “Para atender essa demanda, o Lar precisa ser aperfeiçoado”, avalia. “Nós projetamos para mil leitos, tem hoje 500, mas para chegar lá, atendendo a demanda […] preferencialmente de Piracicaba e região, nós precisamos investir, fazer reformas”, comenta.


Cada idoso atendido pelo Lar tem o custo mensal de R$ 2.824, de acordo com dados divulgados pela instituição. “Eu quero que o Lar atenda os pobres, mas para isso nós precisamos fazer uma administração que tenha um rendimento para cumprir essa missão franciscana”, reforça Mattos.

Jairo Mattos é presidente do Lar dos Velinhos. (Crédito: Amanda Vieira/JP)


Um dos desafios da comissão será arrecadar verbas para cobrir a diferença da contribuição dos idosos carentes em relação aos gastos mensais de cada um abrigado na instituição. “Paralelamente com os [idosos] que contribuem com 70% do salário-mínimo, nós precisamos, para compensar aquela diferença que um abrigado custa aqui, destes que têm padrão de vida melhor que contribua com a instituição”, lembra Mattos.


A decisão de criar a comissão para aprimoramento administrativo foi tomada após reunião do conselho administrativo do Lar. “Nós já elencamos as sete pessoas, vamos chamar. Essa comissão vai propor as melhorias que precisam e as maneiras de arrecadar esses meios para transformar o Lar dos Velhinhos muito melhor do que é hoje,” conta o presidente do Lar.


A comissão também foi um dos temas discutidos em encontro de Mattos com o promotor de justiça Cattani, realizado em 14 de fevereiro. Na ocasião, também foi abordada a necessidade da cidade se preparar para atender cada vez mais idosos, visto a longevidade das pessoas no país.


A população também pode contribuir com o Lar dos Velhinhos por meio de doação financeira, de alimentos e fraldas, além do trabalho voluntário. O Lar fica na avenida Torquato da Silva Leitão, 615, no São Dimas. O telefone para contato é o (19) 3372-9484.

Andressa Mota

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

7 + 2 =