Está na hora

“Quem olha para fora, sonha. Quem olha para dentro, desperta”. (Carl Jung)

Como é importante, especialmente no mundo atual, compreender o poder que a emoção exerce sobre nós. Saber gerenciar nossas emoções é um enorme diferencial, e, dentre tantos benefícios, é também um dos melhores antídotos contra a queda da imunidade, que gera doenças e que, agora, com o cenário do Covid-19, muitos estão entendendo e dando valor.

Para começarmos a reflexão de hoje, é preciso esclarecer que emoção não se controla. Ela é inconsciente e automática. O que podemos fazer é nos conhecer melhor e, então, controlar os comportamentos provocados pelas nossas emoções. Muitos, infelizmente, são escravos de seus pensamentos e emoções. Crenças, traumas, autossabotagem. Somos um produto do nosso passado e a terapia pode corrigir a rota e todo esse cenário.

Quanto mais a ciência e a tecnologia avançam, mais isolado e pobre emocionalmente o ser humano está ficando. Quanto mais informação, menos conhecimento e conexão. Ninguém, além de você, deve ter o controle da sua vida. Quando você se apodera destes conceitos, ganha a verdadeira liberdade e avança, mudando o que o externo significa para você, ou seja, passa a ter o domínio da sua realidade, conseguindo alterá-la e se blindando de influências negativas ou limitantes.

Mesmo sem perceber, muitas vezes ligamos o piloto automático de nossas vidas e, então, lá se vai o controle dos nossos pensamentos, ações e é exatamente aí que nasce doença e caos… É aí que deixamos a emoção tomar conta. Atualmente mesmo, no Brasil e no mundo, vemos claramente isso acontecer. Em momentos de crise muitos estão se deixando levar por aqueles que se “aproveitam” da situação com algum interesse próprio, desde quem fomenta o negativo, até quem aumenta o preço do álcool em gel ou então aqueles que não param para pensar um pouco mais produtivamente sobre o que realmente está acontecendo e agem de forma individual ou em favor de alguma determinada “classe”.

Na verdade, são nos momentos de crise que aparecem os verdadeiros heróis e os grandes canalhas. Observe com mais atenção…

Está na hora de tomarmos as rédeas de nossa própria vida, sermos donos das nossas emoções, pensamentos e ações. Está na hora de entendermos que, para este Brasil ou este Planeta darem certo, é necessária a inteligência colaborativa e não quem olhe só para o próprio umbigo ou o umbigo de um ou outro grupo. Se você agia de maneira errada (ou até certa), mas alguém cortou seu “benefício” por algum motivo correto e visando um bem maior, entenda que o mundo não gira em torno de você e o bem coletivo deve ser prioridade, e, então, não saia pelo mundo gritando (com ódio) contra quem cortou o “seu benefício”. O Brasil (nem nada) dará certo enquanto o egoísmo e a incompreensão imperarem. Não se esqueça: estamos realmente todos no mesmo barco… Está na hora de observar melhor as pessoas, no que elas falam, o que defendem, porque criticam alguém ou algo e a refletir no que pode estar “por trás” de pensamentos, falas e atitudes… Está na hora de você ser o dono da sua opinião, sem levar as coisas “no pessoal”. Seja sábio. O mal nunca deu e nunca dará certo na última linha. E está na hora de entender: a única coisa entre você e o que você quer são os seus pensamentos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

nove + 5 =