Estado cancela vacinação de gestantes com comorbidades

Foto: Amanda Vieira/JP

Suspensão ocorre após comunicado da Anvisa a respeito da vacina AstraZeneca/Fiocruz contra covid-19

A Prefeitura de Piracicaba informou ontem que o Plano Estadual de Imunização, do Governo do Estado de São Paulo, suspendeu, temporariamente, a vacinação contra a covid-19 de gestantes com comorbidades, que começaria ontem. Em Piracicaba, esse grupo teve o agendamento realizado a partir da tarde de ontem e devido a decisão do Estado, as grávidas com comorbidades não devem comparecer ao Ginásio Municipal de Esportes Waldemar Blatkauskas.

Segundo a prefeitura, a medida adotada pelo Estado tem como base, comunicado da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) emitido na noite de anteontem a respeito da vacina da AstraZeneca/Fiocruz sobre o medicamento. De acordo com o Estado, novas orientações serão comunicadas após pareceres técnicos do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde e da Anvisa.

A vacinação contra Covid-19 segue normalmente para todos os demais grupos, que incluem puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) com comorbidades, pessoas com síndrome de Down, pessoas com 60 anos ou mais, profissionais da saúde e profissionais de educação, segundo informou a prefeitura. A Secretaria de Saúde de Piracicaba informou que as pessoas devem chegar ao ginásio com cinco minutos de antecedência, em média. A pasta informa ainda que todas as pessoas com horário agendado no site VacinaPira têm a dose da vacina garantida, pois a vaga na plataforma só é disponibilizada conforme a chegada do imunizante no município.

MORTES E CASOS

Nas últimas 24 horas a Secretaria de Saúde registrou quatro mortes e 187 casos positivos de covid-19. Com os números a cidade passou a contar com 889 óbitos e 46.970 infectados pelo coronavírus. Já o Estado de São Paulo registrou – nesta terça-feira – 3.022 milhões de casos de covid-19 no decorrer da pandemia, com 101.660 mortes. Entre o total de casos, 2.709 milhões tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 312.065 foram internados e receberam alta hospitalar. Ontem, havia 21.160 pacientes internados no Estado, sendo 9.981 em unidades de terapia intensiva e 11.179 em enfermaria. A taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Estado era de 78,4% e na Grande São Paulo é de 76,5%. Em Piracicaba, segundo a Secretaria de Saúde, a UTI estava ocupada em 82%, enquanto os leitos de enfermaria estavam em 72%.

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

4 × 5 =