Estado suspende vacinação antirrábica pelo segundo ano

Vacinação é necessária; já tem casos de raiva em morcego

Em Piracicaba, Saúde estima que existam, aproximadamente, 40 mil cães e 7 mil gatos domiciliados

Pelo segundo ano consecutivo não vai ser realizada campanha de vacinação contra a raiva animal em Piracicaba. A Secretaria de Saúde do município informou ontem que ‘mais uma vez, não haverá campanha de vacinação antirrábica na cidade, conforme determina o Governo do Estado de São Paulo que manteve a suspensão da campanha por mais este ano’. Segundo as informações do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), a última campanha de vacinação foi realizada em 2019.

Neste ano, segundo o órgão municipal, foram imunizados contra a raiva 36.226 cães e 6.703 gatos em Piracicaba. Em Piracicaba, a Saúde estima que existam, aproximadamente, 40.000 cães e 7.000 gatos, domiciliados. Neste ano, o CCZ capturou quatro morcegos com raiva. Os animais foram localizados nos bairros Santa Rosa, Parque Orlanda, Campestre e São Dimas. No ano passado, ao todo, foram cerca de 300 morcegos recolhidos, com seis positivos para a doença, sendo dois no Parque Orlanda, um no Jupiá, um no Centro, um no Pau D’Alhinho e um na Vila Independência.

HOSPITAL VETERINÁRIO A Secretaria de Saúde informou que segue com os estudos para viabilizar o Hospital Veterinário Público e que ainda não há previsão para início de obra. O convênio ao programa Meu Pet foi firmado com o Governo do Estado de São Paulo em fevereiro do ano passado com previsão de conclusão da obra em 18 meses. O governo criou o Programa com o objetivo de dar apoio a ações e serviços voltados à defesa e saúde dos animais domésticos (cães e gatos) e, no âmbito do programa, deverão ser construídos dez hospitais veterinários no Estado de São um deles, uma Piracicaba. Em maio, a Secretaria do Estado da Saúde informou que a elaboração do processo licitatório dependia de estudos técnicos e financeiros que são conduzidos pela pasta. Segundo o Governo do Estado, o Programa Meu Pet tem como objetivo a construção de dez clínicas veterinárias públicas, com investimentos de mais de R$ 3,5 milhões em cada unidade para atendimentos de animais domésticos.

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

8 − um =