Operação começou às 5h desta segunda-feira (Foto: Claudinho Coradini/JP)

A Polícia Militar irá receber 2,5 mil novas câmeras portáteis. O anúncio foi feito pelo Governo do Estado, nesta quarta-feira (22). O edital deverá ser publicado hoje, no Diário Oficial. A contratação será feita por meio de um pregão internacional, sob investimento anual estimado de R$ 7 milhões. A SSP (Secretaria de Segurança Pública) já conta com 585 câmeras corporais que passarão a ser usadas pela Polícia Militar a partir de agosto.

O comandante do CPI-9 (Comando de Policiamento do Interior), coronel Willians de Cerqueira Leite Martins considera que o investimento nos avanços tecnológicos são muito relevantes, pois aprimoram as atividades da corporação.

“A iniciativa deverá beneficiar, em breve, também as cidades do interior do Estado. São ações muito positivas, pois irá favorecer os policiais em várias situações como um arremesso de algo na viatura, agressão aos policiais e palavras ofensivas”, afirmou o comandante.

O coronel acrescentou que a gravação do equipamento também servirá como prova na detenção de suspeitos, condução à delegacia ou autuações administrativas, assim como eventuais abusos”, afirmou o oficial.

O governador enfatizou que a proposta é que o projeto seja estendido.

“Todos terão a oportunidade de ver como funciona a bodycam no projeto denominado Olho Vivo. “A iniciativa vai, sim, reduzir muito o nível de violência de poucos policiais que cometem excessos. Nós vamos preservar a maioria expressiva da PM, que cumpre seu dever e sua obrigação de forma exemplar”, destacou Doria.

A iniciativa vai ampliar o uso de câmeras portáteis durante o patrulhamento e garantir mais transparência às ações policiais. O sistema é similar ao já adotado pelas forças de segurança dos EUA.

As gravações preservam a atuação dos policiais e os direitos individuais dos , além de fortalecer a produção de provas judiciais. A Secretaria de Segurança Pública já conta com 585 câmeras portáteis. Um lote de 500 aparelhos foi obtido por parceria com a iniciativa privada e será usado nas ruas a partir do dia 1º de agosto, na capital.

Com capacidade para captar som e imagens, as câmeras são acopladas aos uniformes dos policiais e acionadas em todas as abordagens.

Cristiani Azanha

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco × 3 =