Estratégia de crescimento “Magalu”

Foto: Pexels

O contexto da pandemia causou impactos significativos no varejo. Desse modo, para não perderem lucro, muitas companhias aceleraram a transformação digital objetivando vendas pela internet. Para vender mais, aproveitar oportunidades de mercado, expandir e buscar o crescimento, é preciso seguir algumas regras, entre elas, alinhar os objetivos com uma abordagem estratégica e utilizar novas ferramentas e metodologias disponíveis no mercado.

Adotar uma estratégia de crescimento é uma maneira de expandir o volume de oportunidades e vendas da empresa de forma planejada e previsível. A economia atual trouxe desafios para os empreendedores, e, apesar do cenário desfavorável, muitas empresas, mediante análise do contexto e foco nas oportunidades, têm conseguido obter resultados impressionantes.

As metas mais importantes das empresas são estas: obterem faturamento e receita recorrente, manterem-se presentes no mercado e darem visibilidade à marca, e aqui os times de marketing e vendas são os grandes responsáveis.

A cada mês, manter ou buscar metas desafiadoras de faturamento e de novos clientes passa a ser cada vez mais normal e indispensável. Antes de optar por uma estratégia de crescimento, é importante analisar as condições e se a empresa está pronta para crescer.

Procure primeiro responder às seguintes questões: quem são as pessoas que consomem seus produtos/serviços? Sua persona está bem definida? Sua ação de vendas está alinhada à jornada de compra do cliente? Seu negócio tem a capacidade cultural para inovar? Você utiliza a internet para aumentar a visibilidade da marca e ser um canal para gerar vendas? Se respondeu positivamente a todas as perguntas, sua empresa está apta a trabalhar a estratégia de crescimento, caso contrário, ou seja, se as respostas forem negativas, o negócio poderá estar fadado a desaparecer nos próximos anos, portanto é preciso mudar.
Essa estratégia pode ser adotada sob dois enfoques: pela expansão de produtos – nesse caso, a empresa expande a linha de produtos para aumentar a participação em um nicho de mercado; pela expansão de clientes baseada no aumento da visibilidade da marca e do fluxo de novas oportunidades e vendas – os produtos e serviços são oferecidos a novos clientes, com objetivo de ampliar as vendas.

Para adotar tal estratégia, é preciso realizar primeiramente um levantamento dos pontos críticos da empresa, como investimentos, tecnologias, processos, pessoas, comunicação e clientes. Isso permitirá entender os possíveis desdobramentos e alterações que serão necessários, bem como a capacitação e a treinamento das pessoas necessários, pois é exigido uma mudança cultural de trabalho. Como exemplo de uma postura estratégica pela busca constante do crescimento, pode-se citar o Magazine Luiza, o “Magalu”. Na segunda semana desse mês, adotou estratégia que movimentou o mercado financeiro, ao adquirir uma plataforma de tecnologia para cartões de crédito e débito na nuvem, a Bit55, a qual é desenvolvida por uma equipe especializada em produtos financeiros digitais. Segundo a empresa, a aquisição tem como foco central melhorar a experiência de compra dos clientes.

A estratégia também permitirá a penetração e a influência da varejista sobre os pilares do mundo dos negócios digitalizados, com a formação de um ecossistema que trabalhará em prol do marketplace. Com a nova estratégia e as ferramentas disponíveis, é possível melhorar o relacionamento com os clientes utilizando vários canais digitais. Toda estratégia de crescimento de uma empresa se traduz em uma melhoria na posição competitiva ou na consolidação da posição já alcançada por ela.

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

12 − nove =