Evento arrecadou 9 toneladas de ração e encaminhou 23 animais para novos lares

Foto: Claudinho Coradini/JP

Voltada à causa animal, ação fez parte das festividades de aniversário de Piracicaba na segunda-feira (1º)

A quarta edição do pit stop da ração ‘Potinho Cheio’, realizada junto com as festividades de aniversário de Piracicaba na segunda-feira (1º), arrecadou nove toneladas de ração e promoveu a adoção de 23 animais abandonados. O projeto tem por objetivo a arrecadação de ração para animais carentes e em situação de vulnerabilidade. “Além do projeto ser protagonista desta festa maravilhosa, ainda foi beneficiado com a doação de ração. Os 1.500 inscritos na corrida de rua, fizeram uma inscrição, com direito a camiseta e medalha, no valor de R$ 29,90, valor esse convertido 100% em ração”, comemorou a protetora e vereadora Alessandra Bellucci.

Segundo ela, cerca de 5.000 pessoas passaram pelo Engenho Central. Brinquedos infláveis, camas elásticas, tendas da agropecuária do Mane distribuindo brindes para os tutores dos cães presentes, tenda do Núcleo de Bem-estar Animal, espaço de alimentação com diversos food truck’s, tenda da Sociedade Piracicabana de Proteção aos Animais, foram algumas das atrações dessa edição do Potinho Cheio.

Os participantes ainda puderam assistir a apresentação do adestrador Anderson Moreira com uma demonstração de obediência da cadela Zurick, presença do cão Eagle, que auxilia o Deic (Divisão de Investigações Criminais) a encontrar drogas e entorpecentes nas averiguações, além de pista de mini buggy para crianças com direito a orientação educacional no trânsito, apresentação de pets exóticos, entre eles mini vacas, mini boi e mini pônei.

“Tivemos também uma tenda do Núcleo de Bem-Estar Animal do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) com o Projeto Castrafácil e Tutor de Responsa”, acrescentou Alessandra. O delegado Bruno Lima, e outras autoridades como o deputado Alex Madureira (PL), vereadores e secretários municipais estiveram no evento. “Um dos momentos mais bonitos e alegres do evento foi a Petminhada, que reuniu centenas de animais, além de cães, gatos, coelho, que trilharam um percurso de 900 metros em meio ao arborismo e ar puro do local. Uma grande interação entre homens e animais”, apontou a protetora.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

14 − 7 =