Homem alegou que pretendia fazer dinheiro (Divulgação)

Um ex-funcionário foi detido pela Guarda Civil em um canavial, na zona rural do Bairro de Santana, no início da noite da segunda-feira (30). Ele teria confessado aos guardas que teria furtar e queimar 128kg de cabos elétricos da empresa, que foi demitido. O suspeito teria alegado ainda que “pretendia fazer dinheiro”. O acusado foi conduzido ao plantão Policial e liberado após prestar depoimento. Ele também foi multado, pois o incêndio ocorreu em uma área de preservação permanente.

LEIA MAIS

A corporação informou que por volta das 18h30, os agentes constataram que havia uma fumaça no meio da plantação  de cana, durante um patrulhamento de rotina. Ao se aproximarem constataram  que eram cabos elétricos que estavam sendo queimados. Enquanto providenciavam a contenção do fogo. O suspeito teria se aproximado em um veículo Audi A3 prata, mas assim que avistou os guardas, ele tentou fugir, mas foi abordado.

Mais de R$ 2 mil em dinheiro foram localizados no carro do suspeito, segundo a GC (Divulgação)

Inicialmente, ele teria negado seu envolvimento na queima dos cabos, mas depois resolveu assumir que eram de sua propriedade, segundo a versão dos agentes. No carro usado pelo rapaz, os policiais encontraram quatro celulares e R$ 2.120,00 em dinheiro. Ele não soube explicar  a procedência dos aparelhos  e do dinheiro.

No Plantão Policial, o homem foi ouvido e depois liberado. Sua suposta participação no ocorrido será apurado durante o inquérito policial. Os celulares, o carro e a quantia em dinheiro foram apreendidos pela Polícia Civil.

Cristiani Azanha

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um + quatro =