São 608 trabalhadores que não receberam a rescisão (Foto: Amanda Vieira/JP)

Os ex-funcionários da Via Ágil preparam mais um protesto em frente a Câmara de Vereadores na próxima quinta-feira (24), a partir das 19h. O objetivo é cobrar que os vereadores aprovem emendas que reconhecem a dívida de R$ 9,8 milhões da empresa com eles, referente às rescisões trabalhistas. As emendas – uma de autoria da vereadora Coronel Adriana Sgrigneiro e outra do vereador Paulo Eduardo Seade Serra – foram protocoladas na Casa de Leis na última sexta-feira (18) após mobilização dos trabalhadores, que estão acampados em frente ao Legislativo deste a noite de quinta-feira (17).

De autoria do Executivo, o PL (Projeto de Lei) que tramita na Câmara e é de interesse dos ex-funcionários reconhece dívida de R$29,8 milhões do município com a Via Ágil – dinheiro do qual parte será usado para pagar os trabalhadores.

De acordo com a assessoria de imprensa da Câmara, até ontem (21) as emendas não tinham o parecer da Comissão de Legislação e Justiça para ir a plenário. Porém, a previsão é de que elas e o PL sejam discutidos e votados na reunião ordinária desta quinta. “A previsão é essa, mas há os andamentos da comissão que precisam ser respeitados”, informou.

O ex-funcionário Claudenilson Rodrigues de Souza lembra que os trabalhadores aprovaram em assembleia, realizada pelo sindicato da categoria em agosto, o valor acordado para receber da empresa. Porém, esse montante não foi redigido no PL pelo executivo.

O contrato entre a Via Ágil – que tinha concessão do transporte público na cidade até 2038 – e a prefeitura foi rescindido em 8 de maio. A prefeitura se comprometeu em usar o dinheiro da dívida para pagar os ex-funcionários, que esperam desde então.

Segundo Souza, há famílias que passam por necessidades. “Estamos nos juntando, pegando pacote de arroz de um, feijão de outro, montando cesta. São 31 famílias que a gente está ajudando todo mês que está passando necessidade”, relata.

Andressa Mota

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × quatro =