Exposição Luzes no Holocausto

O Instituto Formar promove de 28 de janeiro a 28 de fevereiro a exposição “Luzes no Holocausto”, com caricaturas de personalidades que fizeram a diferença salvando vidas na II Guerra Mundial.

A mostra, idealizada pelo coordenador cultural do Instituto Formar, Mauricio Ribeiro, traz 12 caricaturas em grafite e em preto e branco com as reproduções de algumas personagens da vida real como Casper ten Boon, Corrie ten Boon, Chiune Sugihara, Nicholas Winton, Oskar Schindler, Winston Chirchull, Anne Frank e Aracy Moebius de Carvalho Guimarães Rosa (única personagem brasileira da mostra), entre outras.

De acordo com Ribeiro, cada caricatura terá um texto explicativo de sua autoria, o que levará o visitante ao conhecimento do que cada personagem representou em seu tempo.

O caricaturista, Paulo Andrade – pai dos aprendizes Beatriz e Rafael Andrade, que participam do projeto da Banda e do programa de aprendizagem do Instituto Formar – comemora a oportunidade de sua primeira exposição. “Embora eu tenha começado a desenhar desde criança, a caricatura não tinha sido, até então, uma atividade profissional. Há dois anos comecei a desenhar profissionalmente e comemoro este convite feito pelo Instituto Formar. Minha expectativa em ver meus trabalhos expostos é muito grande”, declarou.

“Desde que eu visitei o Friends of Zion Museum (Museu Amigos de Sião), em Jerusalém, há dois anos, eu queria contar aqui no Brasil a história de alguns dos heróis que trabalharam salvando as vidas de judeus durante a Segunda Grande Guerra. O mais significativo é conseguir realizar isso com a parceria do pai de dois dos nossos aprendizes. Faz parte do nosso trabalho, como educadores, promover essa aproximação com as famílias dos nossos educandos; e que esta seja a primeira de muitas parcerias”, disse o curador da exposição, Mauricio Ribeiro.

MEMÓRIA

O Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto é lembrado anualmente em 27 de janeiro. Esta é uma data dedicada a relembrar as milhões de pessoas que foram torturadas e mortas nos campos de concentração comandados pela Alemanha Nazista, durante a Segunda Guerra Mundial; como também homenager homens e mulheres que se arriscaram e salvaram muitas pessoas do Holocausto.

O público pode conferir a exposição no hall do Instituto Formar, de segunda a sexta, das 8h30 às 16h30, exceto em feriados. Visitas monitoradas para grupos podem ser agendadas pelo (19) 3437.8888 no mesmo horário.

SERVIÇO

Evento: Exposição “Luzes no Holocausto”, por Paulo Andrade, de 28 de janeiro a 28 de fevereiro, das 8h30 às 16h30, no hall do Instituto Formar – Rua Gonçalves Dias, 721.

(da Redação)