Faltam paracetamol 500mg e sinvastatina nas Unidades Básicas de Saúde

Reposição do estoque está prevista para agosto (Foto: Amanda Vieira/JP)

Há três meses uma aposentada de 70 anos, que preferiu não se identificar, procura pelos medicamentos sinvastatina – para tratamento do colesterol, e paracetamol 500mg – para dor, na UBS Esplanada, mas sem sucesso. Ela conta faz tratamento com esses remédios há 10 anos e tem condições de comprar, mas fica indignada pela falta do medicamento básico na rede pública, pensando também naqueles que precisam e não têm condições financeiras.

A SMS (Secretaria Municipal de Saúde) admitiu a falta dos medicamentos e afirmou que isso ocorre devido à falta dos produtos no mercado.

De acordo com a SMS, por meio da assessoria de imprensa, a produção da matéria-prima do medicamento sinvastatina ocorre na China e, devido à pandemia, o produto ficou em falta a nível nacional no Brasil. Quanto ao paracetamol 500mg, a pasta afirmou que “a falta também é motivada pela falta do produto no mercado”.

A SMS informou que tem paracetamol na dosagem de 750mg nas UBSs porque recebeu um estoque do DRS (Departamento Regional de Saúde) de Piracicaba.

“Fui hoje [dia 30 de julho] lá [UBS Esplanada] tomar injeção e não encontrei”, relata a aposentada. “As três falaram ‘não chegou’”, diz se referindo às atendentes da farmácia do postinho. “A gente tem direito de pegar de graça, por que que nós temos que comprar? Eles não resolvem esse problema?”, questiona.

De acordo com a SMS, a previsão de reposição do estoque dos medicamentos nas farmácias municipais é para agosto. A informação que a pasta tem pelo fornecedor é de que a sinvastatina estará disponível a partir de 15 de agosto. Já para o paracetamol, a SMS não especificou o dia.

Andressa Mota

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

10 − quatro =