Fase de transição é prorrogada pelo Estado para 14 de junho

Estabelecimentos comerciais, galerias e shoppings podem funcionar das 6h às 21h

Para evitar aglomerações, capacidade máxima de ocupação nos estabelecimentos está limitada em 40%

O Governo do Estado de São Paulo anunciou nesta quarta-feira a prorrogação da fase de transição do Plano São Paulo para todo o Estado até o dia 14 de junho, com as mesmas regras atuais – funcionamento das atividades econômicas até as 21 horas e permissão de 40% de ocupação nos estabelecimentos.

Dessa forma, estabelecimentos comerciais, galerias e shoppings podem funcionar das 6h às 21h. O mesmo expediente é seguido por serviços como restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais como cinemas, teatros e museus. Para evitar aglomerações, a capacidade máxima de ocupação nos estabelecimentos liberados continua limitada em 40%. Permanecem liberadas as celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos, desde que seguidos rigorosamente todos os protocolos de higiene e distanciamento social.

O toque de recolher continua nas 645 cidades do Estado, das 21h às 5h, assim como a recomendação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores do comércio, serviços e indústrias. Nesta quarta-feira, a taxa de ocupação de UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) por pacientes graves com covid-19 está em 80,6% no Estado e em 77,6% na Grande São Paulo. O total de internados em UTIs era de 10.545 em todo o Estado, com outros 12.554 pacientes em vagas de enfermaria. 50 MIL CASOS Piracicaba atingiu ontem a marca de 50 mil casos positivos e 950 mortes por covid-19.

A Secretaria de Saúde anunciou que ontem foram diagnosticados 216 novos casos positivos envolvendo 110 homens com idades entre um e 93 anos e 106 mulheres com de dois a 85 anos. Nesta quarta-feira, a taxa de ocupação de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em Piracicaba era de 93%, enquanto a ocupação dos leitos de enfermaria ficaram em 74%. Ontem, a pasta registrou dois óbitos, sendo um homem de 101 e uma mulher de 49 anos de idade. Com os óbitos, o município tem 950 vítimas fatais. Piracicaba segue, agora, com 49.998 casos confirmados e outros 963 suspeitos. Nas estatísticas municipais constam ainda 85.175 casos descartados e 47.330 pacientes recuperados. Há na cidade 1.718 pessoas em tratamento contra a covid-19.

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

19 − 1 =