Fechada há 3 anos, reforma das piscinas já consumiu R$ 1,06 mi

Reforma das piscinas municipais completará um ano

O prazo de entrega da obra acaba no próximo mês; o conjunto de piscinas está fechado desde 2018

Em pouco mais de um mês, o Complexo Aquático Dr. Samuel de Castro Neves deverá estar com sua reforma terminada. A remodelação do espaço público teve início em julho do ano passado e, até o momento, foram gastos R$ 1,06 milhão – a obra foi contratada por quase R$ 1,3 milhão.

O prazo previsto no contrato para o fi m da obra se encerra em 17 do próximo mês. Os alunos das atividades aquáticas da Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras) estão com as aulas suspensas por conta da pandemia do novo coronavírus. Segundo a assessoria da secretaria, a piscina multiuso (menor) está com cerca de 90% das placas assentadas. Já a semiolímpica (maior), teve iniciado o assentamento dos pisos no fundo. Nada foi informado sobre atraso da obra ou aumento dos valores para a reforma das piscinas. A expectativa inicial era a de conclusão até o fi m do ano passado, mas o prazo foi estendido por mais seis meses – o motivo, na época, foram as chuvas.

O conjunto de piscinas, anexo ao campo do XV, foi fechado em julho de 2018. Naquele ano, o espaço recebia cerca de 1.200 alunos por semana para aulas de natação e hidroginástica. Com as reformas, a prefeitura remanejou as turmas de natação para o Oratório São Mario e para a piscina adaptada Rodrigo Caletti Paiva, localizada no próprio complexo – compartilhando a área com as atividades do Projeto Clarear. Já os grupos de hidroginástica foram transferidos para o Centro Cultural e Recreativo Cristóvão Colombo. Mas, desde março de 2020, todas as atividades aquáticas estão paralisadas devido à crise sanitária. A prefeitura informa que, atualmente, são oferecidas aos alunos aulas online, via redes sociais, para todos os participantes das duas modalidades. Também em razão da pandemia, não há previsão de abertura para novas inscrições.

REMODELAÇÃO

O conjunto de piscinas passará a ter uma semiolímpica (25×25 metros), que poderá receber competições ofi – ciais. Outra, medindo 12,5×25 metros, será utilizada para aulas de hidroginástica e contará com rampa de acesso, conforme exige norma de acessibilidade pública. No intervalo entre as piscinas, será construído um deck em alvenaria

Cristiane Bonin

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

12 + dezenove =