Feedback fomenta a criatividade

Ao ter um feedback, o funcionário sente-se valorizado e motivado a produzir Ao ter um feedback, o funcionário sente-se valorizado e motivado a produzir

Não há ninguém que não goste de ter o seu trabalho valorizado e esse é um ponto importante a ser destacado em uma empresa. Seja por um trabalho bem feito ou algo a melhorar, é necessário que o chefe dê um retorno ao funcionário sobre o processo, ou seja, o famoso feedback.

Segundo Camila Petta, psicóloga e selecionadora da agência MGA RH, o feedback de um superior pode impulsionar a produtividade. “Todo feedback é importante, mesmo que negativo, para que a pessoa possa entender o que está errado ou causando insatisfação e assim ter a oportunidade de mudar”, afirma. “Um feedback positivo, pode incentivar a pessoa a tornar seu trabalho cada vez melhor”.

Ainda que o acontecimento pareça óbvio, algumas pessoas não tem maturidade suficiente para realizarem uma análise autocrítica e perceberem seus defeitos, assim como outras têm dificuldades com a autoestima e não conseguem valorizar seus acertos e o trabalho bem realizado. É aí que o chefe e o feedback entram em ação.

Camila aponta também que o retorno do superior integra toda a cadeia de comunicação da organização. “É importante que o funcionário sinta-se valorizado, desta forma, ele pode se desenvolver e produzir de forma mais satisfatória, tanto para a empresa, como profissionalmente. Um chefe pode contribuir para isso, sendo um bom líder, que busca ajudar seus funcionários a se desenvolverem, aponta os erros, mas também sabe reconhecer os acertos e que, acima de tudo, mantém uma boa comunicação e trabalha em equipe”, afirma a psicóloga.

PROXIMIDADE

Em uma empresa, principalmente nas maiores, a quantidade de funcionários pode ser tão grande que alguns, mesmo trabalhando ali há bastante tempo, nem ao menos conhecem os outros. Isso pode não ser um problema em setores distintos, mas com certeza é um empecilho quando ocorre na mesma repartição ou em setores interligados, e a comunicação do chefe com os funcionários desses setores pode ser um facilitador na integração dos mesmos.

O retorno do líder em reuniões, de forma bem colocada e respeitosa, abre precedente para um ambiente mais comunicativo e em que todos possam expor suas ideias e planos de melhorias. “O importante é ter uma boa comunicação com seu funcionário e conseguir expor os pontos negativos, se existirem, mas também os pontos positivos, de forma a tornar o feedback uma troca de experiências e auxiliar na melhora do desempenho do funcionário, acarretando ganho para ele e também para o empregador”, explica Camila.

TRANSPARÊNCIA

Sinceridade é desejável em qualquer relação, e não é diferente no convívio profissional. Todos podem exercer melhor suas funções se souberem claramente os pontos em que devem investir ou melhorar.

Quando o feedback do chefe se torna uma rotina, o funcionário pode acompanhar sua evolução e ter certeza de que está caminhando no sentido correto.

 

Mariana Requena