‘Festa Della República’ no palco da Sala São Paulo

Foto: Divulgação

Concerto da Orquestra vai ser transmitido pelo Youtube, em 1° de junho, às 20h

A música clássica não seria a mesma sem a Itália – de Monteverdi a Berio, passando por Vivaldi, Verdi e Puccini, as obras desses compositores são reverenciadas ao redor do mundo. O estado de São Paulo também não seria o mesmo sem a enorme influência dos incontáveis italianos que aqui desembarcaram entre o final do século XIX e o início do século XX — hoje, acredita-se que 13 milhões de descendentes estejam entre nós (talvez você que nos lê agora seja um deles). A Osesp, corpo estável do Governo de São Paulo, convida toda a comunidade para celebrar os 75 anos da Festa da República Italiana em um concerto na Sala São Paulo. O evento será transmitido ao vivo no YouTube, em 1º de junho, às 20h e contará com a presença do Secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Sérgio Sá Leitão, e do Cônsul Geral da Itália em São Paulo, Filippo La Rosa.

A Festa della Repubblica, feriado nacional na Itália (2 de junho), comemora o dia em que o povo foi convocado a votar para decidir a forma de governo que o país teria após o fim da II Guerra Mundial e da queda do Fascismo — a escolha, como o próprio nome diz, foi pelo republicanismo. Para celebrar a data, a nossa Orquestra, com Emmanuele Baldini como regente e solista, recebe a mezzo soprano Luisa Frescesconi e o tenor Giovanni Tristacci em um programa com peças dos italianos Vivaldi, Verdi, Mascagni e Puccini e do brasileiro Carlos Gomes, que adotou o país homenageado como sua segunda pátria. Emmanuele é de Trieste, cidade próxima ao mar Adriático; Luisa tem dupla cidadania – sua família é de uma comuna chamada Cordignano, próxima a Veneza; Giovanni é descente de imigrantes italianos que vieram para o Rio Grande do Sul em 1875.

OSESP

Criada em 1954, é uma das mais importantes orquestras da América Latina. Desde 2020, tem o suíço Thierry Fischer como Diretor Musical e Regente Titular, tendo sido precedido, de 2012 a 2019, por Marin Alsop, que agora é Regente de Honra. Em 2016, a Osesp esteve nos principais festivais da Europa e, em 2019, realizou turnê pela China. No mesmo ano, estreou projeto em parceria com o Carnegie Hall, com a Nona Sinfonia de Beethoven cantada ineditamente em português. Em 2018, a gravação das Sinfonias de Villa-Lobos, regidas por Isaac Karabtchevsky, recebeu o Grande Prêmio da Revista Concerto e o Prêmio da Música Brasileira.

EMMANUELE BALDINI

Spalla da Osesp desde 2005 e Primeiro Violino do Quarteto Osesp desde 2008, o italiano de Trieste formou-se no Conservatório de Genebra, aperfeiçoando-se em Berlim e Salzburgo. Mais recentemente, sua dedicação à regência o levou a se aprimorar com Isaac Karabtchevsky e Frank Shipway. Como regente, destacam-se concertos no Teatro Colón, de Buenos Aires, no Teatro del Sodre, de Montevidéu, da própria Osesp e apresentações com as principais orquestras da América Latina. De 2017 a 2020 foi Diretor Musical da Orquestra de Câmara de Valdivia, no Chile, e é Diretor Artístico da Orquestra de Câmara Sphaera Mundi, de Porto Alegre.

LUISA FRANCESCONI

A mezzo soprano nasceu em Brasília e estudou canto lírico em Milão com Rita Patané. Colaborou com teatros como os de Palermo, Torino, Lisboa, México, Buenos Aires, Montevidéu e os principais brasileiros. Atua tanto no repertório de ópera, quanto no repertório de concerto, e já se apresentou junto à Osesp em diversas ocasiões.

GIOVANNI TRISTACCI

O tenor gaúcho estudou no Brasil e na Europa com nomes como Eduardo Alvares, Isabel Maresca e José van Dam, e em escolas como a Chapelle Musicale Reine Elizabeth, na Bélgica. É presença constante nas temporadas dos Teatros de Ópera brasileiros, como os theatros Municipais do Rio de Janeiro e São Paulo, e o Palácio das Artes, em Belo Horizonte.
A Osesp e a Sala São Paulo são equipamentos do Governo do Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, gerenciadas pela Fundação Osesp, Organização Social da Cultura.
Este projeto conta patrocínio máster da AB Concessões, patrocínio da Enel, apoio da Bauducco e apoio institucional do Consultado Geral da Itália em São Paulo. Realização: Fundação Osesp, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, e Secretaria Especial da Cultura — Ministério do Turismo — Governo Federal.

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

17 − catorze =