Fim da greve vai ser debatida somente em março de 2021

Motivo, segundo o Sindicato dos Professores, é que a universidade decidiu debater a pauta apenas em 2021. (Foto: Amanda Vieira/JP)

Em greve há 7 dias, professores da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), por meio da Sinpro (Sindicato dos Professores de Campinas e Região), por meio da diretora Conceição Fornasari, revela que a instituição decidiu debater a pauta de reivindicações apenas em 2021.

“Enviaram um comunicado à assembleia dizendo que conversarão apenas em março de 2021. Inclusive, afirmaram que não pagarão o décimo terceiro desse ano”, revelou Conceição.

Em nota a Unimep afirmou que o gargalo é consequência da mudança na Direção Nacional da Educação Metodista. “Iniciamos uma transição que buscará conhecer a real situação financeira da Universidade, na expectativa de não gerar novos passivos e distorções, bem como deliberar soluções para os desafios impostos neste novo cenário da Educação Superior”.

Erick Tedesco
[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

14 − 4 =