Finalistas da Copa do Brasil vão ser definidos nesta noite

Palmeiras e América empataram em São Paulo e voltam a se enfrentar em BH Foto: Cesar Greco

Após tropeços nos jogos de ida, a dupla São Paulo e Palmeiras volta a campo nesta quarta-feira (30), às 21h30, pelo jogo de volta das semifinais da Copa do Brasil, com o objetivo de conseguirem as classificações e realizarem uma final inédita entre os clubes na competição. O Tricolor recebe o Grêmio-RS, no Estádio do Morumbi, em São Paulo, enquanto o Verdão viaja para Belo Horizonte, onde enfrentará o América-MG, no Estádio Independência.

Mesmo dominando a partida em Porto Alegre, o São Paulo foi derrotado pelo Grêmio por 1 a 0, e precisa de uma vitória por dois ou mais gols de diferença para voltar a final da Copa do Brasil após 20 anos. Se o Tricolor Paulista vencer por um gol de diferença, o finalista será decidido nos pênaltis, enquanto qualquer vitória gaúcha ou empate garante o Imortal em mais uma final. No fim de semana os dois venceram seus jogos, já que em um duelo de Tricolores, o São Paulo derrotou o Fluminense no Maracanã, enquanto o Grêmio venceu em casa o Atlético-GO, com ambos os jogos terminando em 2 a 1 a favor dos semifinalistas.

O São Paulo precisa lutar contra o bom histórico em semifinais do Grêmio e contra o seu próprio, que no momento é negativo. O Tricolor Paulista chegou em três semifinais e venceu apenas em 2000, quando eliminou o Atlético-MG e foi vice na sequência. Nas edições de 2002 e 2015, a equipe foi eliminado nesta fase pelos rivais Corinthians e Santos, respectivamente. O Grêmio chegou a 14 semifinais e tem uma vantagem de oito classificações e seis eliminações nesta fase. O que pode animar o São Paulo é que das últimas seis semifinais do Imortal, ele foi eliminado em cinco delas, para o Santos (2010), Palmeiras (2012), Athletico-PR (2013 e 2019) e Cruzeiro (2017), se classificando apenas em 2016, quando eliminou o Cruzeiro-MG e foi campeão. As outras classificações foram contra o Flamengo-RJ (1989, 1993 e 1995), Coritiba-PR (1991), Vasco-RJ (1994) e Corinthians (1997 e 2001), enquanto a eliminação restante foi para o Palmeiras em 1996.

A partida em Belo Horizonte está mais aberta, já que o primeiro jogo em São Paulo terminou empatado em 1 a 1. Com isso, tanto o Palmeiras quanto o América-MG jogam por uma simples vitória para chegar a decisão da competição. Novo empate levará a definição do classificado para a disputa dos pênaltis. Assim como na outra semifinal, tanto o Verdão quanto o Coelho venceram seus compromissos no fim de semana. O Alviverde venceu o Red Bull Bragantino pela Série A, enquanto os mineiros venceram o CRB-AL pela Série B, com as duas partidas terminando em 1 a 0.

O histórico do Palmeiras em semifinais de Copa do Brasil é equilibrado, com quatro classificações, diante do Grêmio (1996 e 2012), Santos (1998) e Fluminense-RJ (2015); e quatro eliminações, para o Internacional-RS (1992), Flamengo (1997), Botafogo-RJ (1999) e Cruzeiro (2018). O Verdão também terá que enfrentar o histórico das equipes que jogam o segundo jogo da semifinal como visitante após empatar em casa. Em 12 semifinais o primeiro jogo terminou empatado, e em cinco oportunidades o visitante conseguiu a classificação no segundo jogo, entre eles o próprio Palmeiras. Em 1998 o Verdão empatou os dois jogos diante do Santos (1 a 1 e 2 a 2) e se classificou pelo gol marcado fora de casa. No ano seguinte, o Alviverde também empatou o primeiro jogo em casa (1 a 1), agora diante do Botafogo, conseguiu outro empate no Rio de Janeiro (1 a 1), mas perdeu nos pênaltis.

Mauro Adamoli

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

três × um =