França acaba com o uso obrigatório de máscara ao ar livre

Foto: Freepik

O governo francês anunciou nesta quarta-feira (16) que não será mais obrigatório usar máscaras ao ar livre no país e que o toque de recolher chegará ao fim no domingo, 20, dez dias antes da previsão inicial de 30 de junho. As mudanças, disse o primeiro-ministro Jean Castex, são possíveis porque a situação sanitária nacional “melhora mais rápido do que nós havíamos previsto”.

O fim da obrigatoriedade das máscaras em espaços públicos começará a valer nesta quinta-feira, 17, disse Castex, mas terá algumas restrições: não valerá, por exemplo, para áreas com aglomerações, como estádios de futebol ou festas. A decisão foi tomada após uma reunião conjunta do Conselho de Defesa e do Gabinete ministerial, levando em conta as recomendações de especialistas.

Em março, a França havia entrado em quarentena nacional, sua terceira desde o início da pandemia, para conter seu pior momento da crise sanitária. Escolas foram fechadas, tal qual o comércio não essencial, e o deslocamento foi proibido para distâncias superiores a dez quilômetros.

As restrições começaram a ser aliviadas gradualmente no fim de abril, em um plano de quatro etapas cujo passo derradeiro era o fim do toque de recolher. Inicialmente às 19h, ele já havia sido postergado para as 21h no meio de maio e atualmente era às 23h.

Desde maio, museus, cinemas, teatros e arenas esportivas – com capacidade limitada a 800 pessoas em espaços fechados e mil pessoas em espaços abertos – já funcionam no país. Em 9 de junho, as áreas internas de cafés e restaurantes foram reabertas

Depois dos Estados Unidos, da Índia e do Brasil, a França é o quarto país do planeta com mais casos acumulados de covid-19. Desde que a pandemia começou, mais de 5,8 milhões de pessoas foram infectadas e quase 110,7 mil morreram. Hoje, contudo, a nação vê seu número mais baixo de casos diários desde agosto de 2020: na terça-feira, 15, registrou 3,2 mil novas infecções e 76 mortes.

Vacinados

Segundo Castex, o governo espera que 35 milhões de franceses tenham recebido as duas doses contra a covid até o fim de agosto – ou cerca de metade da população. Atualmente, cerca de 45% dos franceses, ou 30,7 milhões de pessoas, já receberam ao menos uma injeção e 21% tomaram as duas. Em média, o país aplica cerca de 745 mil vacinas por dia.

Disneylândia

O setor de turismo francês está dando mais um passo rumo à normalidade com a reabertura da Disneylândia Paris, duas semanas após a França abrir suas fronteiras para turistas vacinados de todo o mundo. O parque temático mais frequentado da Europa abriu suas portas nesta quinta-feira após quase oito meses fechado. (Com agências internacionais).

Fonte: Agência Estado

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

9 + sete =