Frente das Culturas realiza ato na praça José Bonifácio

Ato acontece hoje a partir das 17h30 | Foto: Divulgação

Inspirado no movimento e canção criada pelo coletivo chileno Lastesis para os protestos na semana do dia 25 de novembro de 2019 (dia Internacional de combate a violência contra a mulher), e também no manifesto derivado realizado ano passado em São Paulo, no Largo da Batata, a Frente de Culturas de Piracicaba promove hoje o ato “Um estuprador em seu caminho”, a partir das 17h30, na praça José Bonifácio.

O ato tem o mesmo fundamento daquele que floresceu em meio aos protestos no Chile, que como ressalta a integrante da Frente, Lina Agifu, “é criticar e denunciar o machismo, o patriarcado e a cultura do estupro”.

O grupo utilizará a versão em português do manifesto “El violador eres tu” (O estuprador é você). “A letra está na página do evento no Facebook e vamos reforçá-la num breve ensaio, momentos antes do ato em si”, ela conta.

Lina estima que cerca de 150 pessoas participarão do manifesto nesta sexta na José Bonifácio, entre integrantes da Frente de Cultura de Piracicaba – atualmente são 22 – e público que se simpatiza às causas.

Eles utilizarão uma venda preta nos olhos para reproduzir a coreografia e cantar o manifesto. A cor escolhida tem um sentido, explica Lina. “Representa a dor, o luto por algo difícil de superar”, fala ao lembrar do número de feminicídios que triplicou ano passado em Piracicaba, em relação ao índice de 2018. “Foram seis casos em 2019”, lamenta.

A Frente é formada por diversas pessoas ligadas à cultura de Piracicaba e iniciou as atividades no final de 2016.

Lina contextualiza ainda mais o manifesto de hoje. “Quando é dito ‘O estuprador é você!’, o estuprador é quem, obviamente, faz a agressão, mas também é quem é conivente, quem testemunha uma violência ou assédio e não intervém. É quem perpetua a cultura machista”.

Erick Tedesco ([email protected])