Frente fria chega na região nesta quinta (21) e temperatura deve cair 10ºC

Tempo frio chega neste fim de semana (Foto: Amanda Vieira/JP)

Uma nova frente fria deve trazer uma segunda onda de frio a Piracicaba. A previsão, no entanto, é apenas para o fim de semana e, na análise de Felipe Pilau, professor doutor do Departamento de Engenharia de Biossistemas da Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), deve durar entre quatro e cinco dias. “A temperatura cai um pouco, mas a tendência é, na sequência, ter mais dias quentes do que frios na cidade”, ele ressalta.

A esperada queda de temperatura entre os dias 21, 22 e 23 de maio é devido à frente fria que se formará daqui um ou dois dias no Sul do hemisfério Sul. Virá, segundo sites de meteorologia, com uma forte massa de ar polar – fato que provocará temperaturas mais baixas, explica o professor da Esalq. “A massa de ar fria chega potente no Sul do Brasil, mas vai se aquecendo rumo ao Norte. Ou seja, não chega tão fria ao Sudeste e, consequentemente, Piracicaba”.

Nestes dias de temperaturas mais baixas, que podem chegar até 10º, acredita Pilau, o tempo em Piracicaba deve ser de manhãs frias, com ventos gelados e, com o passar as horas, tardes mais amenas, podendo ter sol. “A radiação solar inibe o frio, é comum em nossa região”. De acordo com previsões do tempo em sites especializados, as noites devem ter temperaturas sempre acima dos 10º, ou seja, não será um frio extremo.

“Teremos, predominantemente, ar mais seco, com pouca probabilidade de chuva, com um pouco de frio”, resume Pilau sobre os dias em Piracicaba nesta suposta segunda onda de frio em 2020.

O professor, no entanto, explica que como se tratam de previsões, pode ser que a massa de ar polar não perca tanta umidade durante o percurso em direção ao Sudeste e, sim, traga temperaturas frias, daquelas de precisar tirar o agasalho mais grosso do armário. “Dependendo da frente, pode cair bem”.

Mesmo com a chegada da frente fria, Pilau ressalta que o tempo permanecerá seco, com baixa umidade e, consequentemente, pouca chuva. “Maio e junho são os meses mais secos do ano, com volume de no máximo 40 mm de chuva. Chuvas com mais incidência apenas em setembro”.

De terça-feira a quinta- -feira, a previsão do tempo na cidade é estável, com máxima que varia de 30º a 28º, e mínima entre 13º e 14º, sempre com ventos de fracos a moderados.

Erick Tedesco