Frio faz aumentar demanda por serviços de acolhimento

Foto: Claudinho Coradini/JP

Acolhimento oferece a possibilidade de os moradores de rua se protegerem do frio

A chegada da estação mais fria do ano faz com que a Smads (Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social), intensifique a abordagem das pessoas em situação de rua, com o Seas Serviço Especializado em Abordagem Social, e disponibiliza vagas no Albergue Noturno, um serviço para migrantes, e também no acolhimento institucional, para pernoites, sem distinção do público. “O objetivo dessa ‘operação inverno’ é fazer com que essas pessoas passem a noite protegidas do frio, nos serviços disponíveis”, explica Euclidia Fioravante, titular da Smads. Às pessoas que não desejam ir para as pernoites, são disponibilizados mais cobertores.

Levantamento feito pelo Jornal de Piracicaba, com dados da prefeitura, 55 pessoas nessa condição, estão sendo atendidas em serviços de acolhimento institucional, entre os meses de maio e junho. A cidade conta com dois serviços que tem o objetivo de encaminhar desalojados a rede proteção e assistência social do município.

A porta de entrada do atendimento socioassistencial à população em situação de rua em Piracicaba acontece por meio do Centro POP (Centro Referência Especializado em População em situação de Rua), que atende na Rua Voluntários de Piracicaba, 815, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Além de café da manhã, banho, espaço para lavagem de roupas, oferece atendimento psicossocial, encaminhamentos e atividades que visam o resgate dos vínculos interpessoais e/ou familiares e a construção de outras trajetórias de vida, visando o processo gradativo de saída da situação de rua.

Pelo Seas é oferecido serviços socioassistenciais de acordo com a necessidade de cada indivíduo. Funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h30 e aos sábados e domingos, das 9h às 18h e pode ser acionado pelos telefones 19 3422-9943 / 19 99446- 4389 / 19 99705-4663.

Sobre os abrigos, são atendidos de ambos os sexos, respeitando o direito de permanência por tempo determinado, de acordo com as articulações. São dois serviços para públicos diferentes em duas unidades: Pompéia –avenida Pompéia, 1841, 25 vagas, estando 23 ocupadas no momento, e 2pessoas estão no processo e devem ser acolhidas nos próximos 15 dias, e Jardim Califórnia – rua Frei Vital de Primeiro, 234, 40 vagas, estando 32 ocupadas no momento. Diferente do albergue noturno para migrantes, que atende por demanda espontânea, o acesso ao serviço de Acolhimento institucional se dá somente por meio do encaminhamento do Centro POP.

O serviço de acolhimento para migrantes, albergue noturno, se localiza no Bairro Alto – rua Prudente de Moraes, 1900, com 33 vagas por noite. Somente em maio deste ano foram atendidas 248 pernoites, de acordo com a prefeitura.

Lais Seguin
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

10 + um =