Assinaturas das parcerias ocorreram na tarde de quarta-feira (19). (Crédito: Amanda Vieira/JP)

Entidades que visam atender crianças e adolescentes de Piracicaba que foram contemplados com o Fumdeca (Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) deste ano terão ao todo R$ 2.068.771,21 para atuar em 26 projetos. Os termos de parceria com as instituições foram assinados na tarde desta quarta-feira (19) na Smads (Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social).


Estiveram presentes na cerimônia o prefeito Barjas Negri (PSDB), a secretária da Assistência e Desenvolvimento Social, Eliete Nunes, o vereador Pedro Kawai (PSDB), o delegado da Receita Federal do Brasil em Piracicaba, Vitório Brunheroto, a diretora da Drads (Diretorias Regionais de Assistência e Desenvolvimento Social) de Piracicaba, Maria Germek, além de representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que administra o Fundo, e das entidades.


A diretora da Drads evidenciou o trabalho das entidades. “Esse recurso, com certeza, vai potencializar muito o trabalho de vocês lá na ponta, pela importância que tem a rede do terceiro setor”, afirmou.


Enquanto isso, a responsável pela Smads lembou da importância do trabalho voluntário por trás do Fundo. “Se nós estamos neste ato hoje aqui é porque muita gente que trabalha voluntariamente no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente se debruçaram, fizeram o edital, aprovaram, analisaram os projetos para tornar possível esse repasse de mais de R$ 2mi”, enfatizou.


As doações ao Fumdeca são feitas por meio de deduções do IR (Imposto de Renda). De acordo com a Smads, em 2020 foram 555 doadores, sendo 45 pessoas jurídicas e 510 pessoas físicas. O valor arrecadado neste ano foi 14% inferior ao de 2019, mas manteve a margem de arrecadação acima dos R$ 2 mi pelo quarto ano consecutivo. No ano passado, foram arrecadados R$ 2.406.605,68.


“Para que a gente possa conseguir arrecadar mais, temos que […] divulgar melhor, […] mostrar o trabalho social que cada uma dessas entidades faz. Claro que também a situação da economia não é boa, o lucro também baixou”, comentou o Barjas Negri.


As 15 entidades com projetos contemplados pelo Fumdec em 2020 foram a Associação Atlética Educando pelo Esporte, Avistar (Associação de Atendimento a Pessoas com Deficiência Visual de Piracicaba), Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), Auma (Associação dos Pais e Amigos Autistas de Piracicaba), Associação Gaia +, Espaço Pipa, Casa do Amor Fraterno, Casa do Bom Menino, CRP (Centro de Reabilitação de Piracicaba), Colégio Salesiano Dom Bosco, Funjape (Fundação Jaime Pereira), Pasca (Pastoral do Serviço da Caridade), Instituto Formar, Afascom (Associação Franciscana de Assistência Social Coração de Maria) e Crami (Centro Regional de Registro e Atenção aos Maus Tratos na Infância de Piracicaba).

ESPORTE E CIDADANIA
Um dos 26 projetos contemplados pelo Fumdec neste ano é o Esporte e Cidadania, desenvolvido pela Associação Atlética Educando pelo Esporte, que visa oferecer aulas de futebol, atividades pedagógicas, musicais e de informática no período depois da aula para as crianças, com três profissionais responsáveis por atendê-las.


O valor destinado ao Esporte e Cidadania – 2020 foi de R$ 140.294,55, um dos projetos com os maiores repasses. “O valor que nos agrega é bem alto em relação às despesas da entidade. Então a gente tem um retorno muito bom”, conta o presidente da associação Marcos Inforçato.

Andressa Mota

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 + dezesseis =