Fumep vai oferecer assessoria especializada na área de negócios

Equipe da Cepp/Fumep prestará assessoria a empresas de Piracicaba e região (Crédito? Divulgação)

O Cepp/Fumep (Centro de Educação Profissional de Piracicaba) ampliou a atuação do Núcleo de Prestação de Serviços para conceder assessoria especializada na área de negócios a pequenas, médias e grandes empresas, instituições, sindicatos, associações e organizações de Piracicaba e região.

“Vamos ajudar na definição e identificação de requisitos para o desenvolvimento de serviços ou produtos de forma a alavancar o potencial de crescimento dos negócios”, disse o economista Francisco Crócomo.

Professor dos cursos de graduação e de pós-graduação da EEP (Escola de Engenharia de Piracicaba) ele integra a equipe que atuará junto a graduandos dos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Engenharia de Produção para execução de serviços específicos ao perfil de cada negócio.

Segundo Crócomo, o time de profissionais vai atuar na identificação do perfil da empresa ou do negócio, na realização de estudos de mercado, na análise do ambiente socioeconômico de Piracicaba e região, na elaboração de projetos de investimento, entre outros serviços.

O gerente administrativo do Cepp, Felipe Roger Victor, garante que a iniciativa reforça as ações que o centro direciona com vistas à educação corporativa, contribuindo de forma efetiva para o fortalecimento e projeção de instituições públicas e privadas de Piracicaba e região na medida em que contribui para a reestruturação dos negócios.

Ele revela que o Núcleo de Prestação de Serviços tem potencial para atuar junto aos mais variados perfis organizacionais. “A assessoria é especializada e atende as necessidades tanto daquela empresa que está crescendo e precisa de subsídios técnicos para tomada de decisões e planejamento empresarial, quanto daquela que enfrenta períodos de crise e estagnação”, exemplificou.

O diretor executivo da Fumep, Antônio Carlos Giuliani, aponta outro diferencial da iniciativa, que é vantagem competitiva que ela concede às empresas ao proporcionar acompanhamento e respaldo de professores, técnicos e alunos com alto nível de experiência e qualificação.

Segundo ele, o meio educacional precisa dialogar com o setor produtivo para que a sinergia de propostas e ações contribua de maneira efetiva para o crescimento e inovação das empresas.

Da Redação