Funcionário público aponta falta de varrição de ruas do Pompeia

Foto: Alessandro Maschio/JP

‘Margaridas’ alegam que houve dispensa de muitas equipes o que gerou sobrecarga de trabalho

O funcionário público municipal Adriano Mazzi reclama da falta de varrição de rua no trecho entre a avenida Pompeia com a rotatória da avenida Higienópolis. Segundo ele, o problema é antigo e já fez queixas à prefeitura. “Sempre tenho que brigar para que se faça o serviço. Meses atrás também denunciei e após matéria do Jornal de Piracicaba o serviço passou a ser realizado às sextas-feiras. Porém, há mais de um mês não está mais sendo realizado. Não sei o motivo, mas a Ambiental sempre abandona esse trecho”, contou Mazzi.

Segundo ele, no inverno, com o período de queda de folhas das árvores, o problema fica ainda pior, inclusive, aponta o morador, gerando acidentes no local uma vez que os veículos perdem o controle devido aos detritos acumulados que se espalham na via.

A prefeitura informou ontem que, segundo o Departamento de Divisão e Fiscalização da Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente), a varrição na região do bairro Pompéia ocorre sempre às terças e sextas feiras. A administração informou ainda que nesta semana, será encaminhado um fiscal ao local citado para averiguar e, caso o serviço (varrição) não esteja sendo realizado, a empresa Ambiental Piracicaba será notificada para sanar o problema. “Lembrando que cada bairro tem um cronograma próprio de varrição e os serviços estão sendo realizados regularmente”, acrescentou a prefeitura em nota.

MENOS MARGARIDAS
Funcionárias da empresa contaram à reportagem – sob a condição de anonimato – que várias equipes da varrição foram dispensadas, o que aumentou o itinerário das funcionárias que permaneceram, em alguns casos, a quantidade de trabalho teria dobrado. Segundo elas, uma funcionária está fazendo o trabalho que era realizado por quatro. Questionada sobre a denúncia, a prefeitura nãos e manifestou. Não foi possível contato com a empresa Ambiental.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

cinco × 4 =