Governo de SP entrega em Heliópolis, o segundo Hospital de campanha

Serviço instalado no AME Barradas conta com 200 leitos, dos quais 24 de UTI CRÉDITO: Governo do Estado de São Paulo

O Governador João Doria anunciou no Palácio dos Bandeirantes a inauguração do segundo hospital de campanha sob gestão estadual na cidade de São Paulo. A capital conta com outros dois hospitais de campanha sob gestão municipal. “Este é o quarto hospital de campanha na capital e, somados com a Prefeitura, temos 2.440 leitos para o tratamento de pacientes infectados com o coronavírus. É o maior esforço clínico aqui em São Paulo, lamentavelmente, o epicentro da doença no país”, disse Doria.

O serviço foi implantado no AME Barradas e conta 200 leitos, sendo 24 de UTI. Os de terapia intensiva estão no terceiro andar do prédio, e os leitos de enfermaria estão localizados em uma tenda instalada no estacionamento do ambulatório. Os primeiro e segundo andares se manterão para atendimento ambulatorial em mais de 20 especialidades.




A unidade contratou novos 596 profissionais para trabalharem no hospital de campanha. Agora, há um total de 683 profissionais, incluindo 240 médicos, 213 profissionais de enfermagem, 40 fisioterapeutas, nove farmacêuticos, seis nutricionistas, seis assistentes sociais, dois psicólogos, 78 profissionais de limpeza, além de 89 profissionais administrativos e de gerenciamento de acessos.

O gerenciamento do AME já ocorre por meio de contrato com o Seconci-SP (Serviço Social da Construção Civil do Estado de São Paulo), organização social de saúde parceira da Secretaria de Estado da Saúde que administra também o hospital de Campanha do Ibirapuera e outros equipamentos de saúde no Estado. Foram investidos R$ 915 mil para a adequação do espaço e o custeio do hospital será de R$ 30 milhões divididos em 6 meses.

Agência Brasil