Governo do Estado autoriza R$ 33,2 milhões em projetos para a RMP (Região Metropolitana de Piracicaba)

(Crédito: Claudinho Coradini/JP)

Anúncio foi feito ontem pelo vice-governador paulista Rodrigo Garcia (DEM) em sua passagem pela cidade

Projetos para retomada econômica, programas sociais, infraestrutura urbana e melhorias habitacionais na região de Piracicaba vão recebe um apoio extra do Estado de São Paulo: R$ 33,2 milhões. A verba foi anunciada ontem (terça-feira) durante a visita do vice-governador paulista Rodrigo Garcia (DEM). O político esteve na cidade durante o funcionamento do Retoma SP, realizado no Engenho Central.

O Retoma SP é um conjunto de serviços para o pequeno empresário e à população carente. O programa itinerante é realizado sempre com a prefeitura e a Invest SP (Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade). Do montante anunciado, mais de R$ 17 milhões serão destinados aos programas do mutirão realizado na cidade.

Conforme a assessoria do Governo do Estado, os recursos serão transferidos pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e distribuídos entre os programas Bolsa do Povo Trabalho e Bolsa do Povo Empreendedor, oferta de microcrédito para pequenos negócios via Banco do Povo e vagas de qualificação no Empreenda Rápido.

No evento, houve a entrega simbólica de vouchers dos programas Bolsa Trabalho e Bolsa Empreendedor. A cabeleireira Joana Carolina Chiea Merches, 42 anos, de Piracicaba, foi uma das beneficiadas com o benefício de R$ 1.000 – a primeira parcela foi para quem finalizou o curso do Sebrae e, a segunda, para quem já tem MEI (Microempreendedor Individual) aberto. Com aumento da procura nesse final de ano, já investi a primeira parcela no meu salão em materiais para atender os clientes e, aproveitando essa alavanca para o final do ano, vou implementar ainda mais no meu negócio”, conta Joana.

A habitação levou R$ 600 mil da secretaria relacionada ao assunto. A verba deverá ser aplicada em melhorias em conjuntos habitacionais nas cidades de Cordeirópolis (R$ 200 mil), Elias Fausto (R$ 200 mil) e Rio Claro (R$ 200 mil) – todas cidade da RMP (Região Metropolitana de Piracicaba). As prefeituras deverão trabalhar com projetos para infraestrutura, reformas e ampliações de moradias, estímulo à implantação de serviços públicos e ações de inclusão social.

Ainda na RMP – com exceção de Brotas – houve a autorização para cinco novos postos do Poupatempo nas cidades para Brotas, Iracemápolis, São Pedro, Santa Gertrudes e Rio das Pedras. O vice de João Doria (PSDB) indicou R$ 15,6 milhões para investimentos em obras de infraestrutura urbana, um total de 27 convênios com 22 municípios da região de Piracicaba.
O asfaltamento de ruas de terra contará com R$ 8,4 milhões distribuídos por cidade: Águas de São Pedro (R$ 100 mil), Analândia (R$ 305 mil), Conchal (R$ 580 mil), Cordeirópolis (R$ 1 milhão), Leme (R$ 682 mil), Piracicaba (R$ 477,5 mil), Rafard (R$ 1,75 milhão), Rio das Pedras (R$ 2 milhões), Santa Cruz da Conceição (R$ 297 mil), Santa Cruz das Palmeiras (R$ 618,5 mil), Santa Gertrudes (R$ 450 mil) e Santa Maria da Serra (R$ 174,5 mil).

Os R$ 7,2 milhões restantes serão aplicados em convênios diversos nos municípios de Rafard (R$ 250 mil), Rio Claro (R$ 1 milhão), Santa Maria da Serra (R$ 500 mil), Rio das Pedras (R$ 250 mil), Saltinho (R$ 250 mil), Araras (R$ 250 mil), Capivari (R$ 700 mil), Elias Fausto (R$ 300 mil), Ipeúna (R$ 450 mil), Iracemápolis (R$ 250 mil), Mombuca (R$ 400 mil), Araras (R$ 1,53 milhão), Pirassununga (R$ 765 mil) e Limeira (R$ 350 mil).

Cristiane Bonin
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

nove − nove =