Guarda Civil interrompe duas festas para dispersar 380 pessoas

Fiscalização deve ser intensificada, segundo a comandante (Foto: Divulgação)

Com base no decreto número 18.349, para o enfrentamento da pandemia do coronavírus, equipes da Guarda Civil de Piracicaba atuaram no fim de semana e interromperam eventos com aglomeração de pessoas, perturbação do sossego e venda de bebidas alcoólicas. Em um desses eventos, na região do Pau Queimado, havia aproximadamente 300 pessoas, que foram dispersadas. Em alguns casos houve confronto, sem registro de vítimas. Participaram das operações as viaturas do Pelotão Ambiental, Pelotão Rural e Romu (Ronda Ostensiva Municipal).

As operações ocorreram na quinta-feira, 24, e na sexta, 25/07. Uma dessas denúncias foi feita para uma residência alugada na rua José Ramiro, no bairro Lago Azul. Às 22h10, a Guarda foi até o local e constatou preparativos para uma festa. O responsável foi notificado para que não realizasse o evento.

Não adiantou. A Guarda voltou ao local, após nova denúncia, e flagrou aproximadamente 40 pessoas, que foram dispersadas. Um auto de infração foi elaborado para o responsável pelo evento.

CENTENAS
Na região do bairro Pau Queimado, a GC atendeu a duas ocorrências. Em uma delas, foi constatada a aglomeração de pessoas e perturbação do sossego. O responsável recebeu uma notificação e houve a dispersão de pessoas.

Na outra, em uma chácara alugada, havia a aglomeração de aproximadamente 300 pessoas, que foram dispersadas pela Guarda Civil. O responsável pelo evento recebeu auto de infração.

“A Prefeitura não tem medido esforços para o enfrentamento da pandemia do coronavírus por meio de suas forças policiais, das secretarias municipais, como a Saúde, o Procon, enfim. A maioria da população está fazendo sua parte, se esforçando. Mas é inadmissível que ainda existam pessoas que não respeitam todo esse esforço, que não respeitam o próximo e desrespeitam os decretos estaduais e municipais”, ressalta a comandante da GC, Lucineide Maciel. “Vamos continuar com a fiscalização e contamos com a ajuda da população”, completou.

Já no bairro Centro Agrícola Taquaral, a GC encerrou um evento em uma chácara, onde havia cerca de 40 pessoas. A proprietária recebeu um auto de infração e uma caixa de som foi apreendida.

As operações da GC ainda atenderam denúncias de aglomeração, perturbação e venda de bebida alcoólica em um bar na avenida Jaú, com dispersão de pessoas e confronto e a notificação do proprietário do bar. Em uma chácara, na Vila Belém, a GC interrompeu uma festa em família, com som alto.