Guardas recebem moção de aplauso pela atuação em prisão de homens por roubo em joalheria

Foto: Divulgação

Os guardas-civis envolvidos na ação que resultou na prisão de dois homens por roubo em uma joalheria da cidade de Rio das Pedras, no último 26 de maio, receberam moção de aplauso do deputado estadual Danilo Balas. A comenda foi entregue nesta segunda-feira (25) pelo comandante da GCM (Guarda Civil Municipal de Piracicaba), Sidney Miguel da Silva Nunes, e pelo subinspetor, José Claudinei Canova.

Na oportunidade, o comandante da GCM ressaltou a tecnologia como aliada no trabalho da segurança pública, vista por ele como fundamental na ação.

Receberam a homenagem as guardas Savana Leme Cesarino, Sandra Paula Guerra Batista e Stella de Oliveira Reis e Silva, da COP (Central de Operações) e Cemel (Central de Monitoramento Eletrônico); Gustavo Rafael Gomes de Aquino e Ricardo Gaspar Rosa, ambos da viatura 76; Márcio Andrade Felipe e Hans Feresin, da Romo (Ronda Ostensiva Motorizada); e Nilton Francisco Barbosa e Luiz Carlos Santos Moreira, ambos da viatura 81.

PRISÃO — Dois homens foram presos às 10h30 do dia 26 de maio, após roubarem uma joalheria no Centro da cidade de Rio das Pedras. Eles foram detidos por agentes da Romo da GCM (Guarda Civil Municipal) de Piracicaba.

Jornal de Piracicaba conversou com o guarda civil Feresin. Ele informa que, por volta das 10h, dois indivíduos adentraram uma joalheria na área central de Rio das Pedras e, mediante ameaça, roubaram joias e perfumes avaliados em R$ 1,8 milhão. Na sequência, os indivíduos fugiram do local em um veículo Peugeot 206.

Em posse do emplacamento e demais características do veículo, visto que tratou-se de uma operação conjunta com a GCM de Rio das Pedras, os guardas civis Feresin e Felipe, da Romo (Ronda Ostensiva Motorizada), deram início a um patrulhamento e localizaram os indivíduos já na saída de Piracicaba para o município de São Pedro. Era por volta das 10h30. Houve perseguição, porém eles acabaram abordados e detidos.

Dentro do veículo, as mercadorias da loja avaliadas em R$ 1,8 milhão foram localizadas. O guarda civil também comentou que um dos indivíduos tinha em sua posse um simulacro de arma de fogo. Eles receberam voz de prisão e, na sequência, foram encaminhados à delegacia de Rio das Pedras, onde a ocorrência foi apresentada.

Foto: Divulgação

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

nove + 4 =