Hemonúcleo faz alerta pra doações de sangue continuarem

Há novo protocolo para doação por causa do Covid-19 (Foto: Amanda Vieira/JP)

Neste momento de pandemia pelo novo coronavírus, a solidariedade com o próximo está em cada gesto. Por isso o Hemocentro Unicamp faz um alerta à população sobre a importância das doações de sangue continuarem. A transfusão de sangue não faz parte do tratamento da Covid-19, mas manter os estoques de sangue cheios ajuda para evitar outros problemas.

Para doar, o Hemonúcleo de Piracicaba fica na avenida Independência, 953, bairro Alto. O horário das doações é das 7h30 às 13h, de segunda à sexta-feira. Para atender as 35 cidades assistidas pelo Hemocentro, são necessárias 6.500 doações por mês.



“Neste momento difícil, onde a queda nas doações é uma realidade e um grande motivo de preocupação, é importante que a população tenha consciência de que as doações de sangue devem prosseguir, para que possamos manter o atendimento aos hospitais”, explica a nota divulgada pelo Hemocentro Unicamp.

Com objetivo de proteger os doadores da Covid-19, os hemonúcleos seguem novo protocolo para as doações. Ao ir doar, não se deve levar grupo, o doador deve evitar também levar acompanhante, pessoas apresentando febre com ou sem tosse seca e coriza não devem comparecer ao local, assim como pessoas que viajaram para o exterior devem esperar no mínimo 30 dias para doar sangue. O álcool em gel também é usado em cada etapa do processo e não é recomendado uso de máscaras caso não esteja doente.

Fazem parte das medidas de segurança ainda o acolhimento inicial dos doadores em ambiente externo e um questionário para verificar a possibilidade da doação frente ao novo protocolo.

“As medidas adotadas têm como objetivo evitar aglomerações e intensificar os cuidados necessários para proteger a população e servidores, além de manter os estoques de hemocomponentes em níveis adequados”, informa a nota.

PARA DOAR
Os doadores precisam ter entre 16 e 69 anos – os menos de idade precisam estar acompanhados com um responsável legal, estar em boas condições de saúde e levar um documento oficial com foto, como RG e CNH.

Andressa Mota