Homem é baleado no rosto após discussão em bar

Acusado foi levado ao plantão policial.

Um operador de máquinas de 32 anos foi baleado no rosto após se envolver em uma discussão no interior de um bar, na Vila Rezende, na madrugada de domingo. O suspeito dos disparos fugiu, mas foi preso pela Guarda Civil. Ele foi identificado como sendo um corretor de seguros de 39 anos. O acusado foi levado ao plantão policial, onde foi autuado em flagrante e vai responder por tentativa de homicídio. A GC apreendeu um revólver calibre 32, que teria sido usado no crime. A vítima continua internada no Hospital Fornecedores de Cana.

De acordo com a Guarda Civil, por volta da 1h30 da madrugada de domingo, os guardas faziam patrulhamento de rotina na avenida Conceição, quando teriam ouvido barulho de tiros, que aparentavam ter sido efetuado no interior de um estabelecimento nas imediações. Quando chegaram até um bar, foram avisados por algumas testemunhas que um homem teria atirado em direção à vítima e depois fugiu em uma picape Saveiro branca.

Os guardas teriam avistado o suspeito que saía em alta velocidade com um veículo que tinha as mesmas características informadas anteriormente. O suspeito teria desrespeitado vários sinais de parada dos guardas. O acusado teria desistido de continuar o acompanhamento com os GCs e teria parado seu veículo na avenida João Teodoro e se entregou.

Os guardas teriam localizado a arma, que tinha duas munições deflagradas no assoalho do veículo. Questionado sobre o ocorrido, o corretor teria permanecido calado. A vítima foi socorrida por populares até ao Hospital Fornecedores de Cana, onde permanecia internado até a tarde de ontem (25).

Levado ao plantão policial, o corretor de seguros foi autuado em flagrante pelo delegado Mário Bortoleto Torina, que também decidiu pedir na Justiça para a conversão em prisão preventiva, pois considerou a gravidade do ocorrido. O acusado permaneceu na carceragem até ser apresentado à audiência de custódia.

 

Cristiani Azanha