Barbeiro é detido por moradores após agredir esposa grávida

Vítima pediu medida protetiva contra o acusado (Claudinho Coradini/JP)

Um barbeiro de 42 anos foi contido por moradores, após ser acusado de agredir sua esposa, que está grávida de cinco meses, no Piracicamirim. Ele foi levado pela Polícia Militar ao plantão policial. O acusado foi autuado em flagrante e responderá as acusações de lesão corporal, ameaça e violência doméstica. O caso foi registrado na madrugada da segunda-feira (07).
Segundo o boletim de ocorrência, os policiais foram avisados que um acusado de violência doméstica foram detidos por moradores. Após chegaram ao local informado, teriam encontrado o barbeiro que estaria agressivo e aparentava estar alcoolizado. Ele gritou que mataria a sua esposa na frente dos policiais. A vítima, uma desempregada de 29 anos, relatou aos PMs que vive com o companheiro há nove anos e está grávida do quarto filho.
A mulher alegou ainda que seu marido fica agressivo com frequência e já foi ameaçada e agredida anteriormente.
Desta vez, ele passou o dia bebendo e após chegar em casa relatou aos gritos que iria matá-la e chamou a atenção dos vizinhos, que acionaram a PM.
A vítima foi agredida com um soco e caiu ao chão. Ela foi levada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento), onde passou por atendimento e liberada.
O acusado foi encaminhado ao plantão policial e negou ter agredido sua esposa, mas confessou que durante um momento de raiva chegou a ameaçá-la de morte. Ele foi transferido à carceragem, onde ficou até ser apresentado à audiência de custódia. A vítima também pediu as medidas protetivas contra o agressor.

Cristiani Azanha

[email protected]