Caso será apurado pela Polícia Civil (Claudinho Coradini/JP)

A Polícia Civil apura o assassinato de um homem de 42 anos, que ocorreu no Jardim Planalto, na madrugada do último sábado (10). A vítima foi tirar satisfações com um homem que teria agredido sua esposa, quando foi esfaqueada pelo agressor. Fábio Aparecido Pigozzo não resistiu e morreu.

Policiais militares relataram que a esposa de Pigozzo cuida da filha do acusado e ele teria dado um tapa na mulher. A motivação da agressão não foi informada à polícia.

LEIA MAIS

Segundo o boletim de ocorrência, Pigozzo foi informado sobre a agressão e foi até a casa do suspeito para tomar satisfações. Em seguida retornou para casa. Minutos depois, o acusado esteve na residência da vítima e após uma nova discussão, deu uma faca na vítima e fugiu. Ele teria levado a faca usada no crime.

Um morador que estava na rua teria presenciado o homicídio. Os peritos do IC (Instituto de Criminalística) estiveram na casa da vítima e somente depois o corpo foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) para a realização de exame necroscópico para a comprovação da causa da morte. A vítima foi sepultada no mesmo dia, no Cemitério de Saltinho. Fábio deixou a mulher e dois filhos.

O suspeito do crime não foi localizado pela polícia. O caso está sendo apurado pela 3ª DHPP (Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais).

Cristiani Azanha

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito − cinco =