Agressor alegou que a vítima deu um soco e chutou seu cachorro (Claudinho Coradini/JP)

Um pintor de 34 anos foi esfaqueado após uma discussão, que ocorreu na madrugada desta terça-feira (16), no bairro Pompeia. O agressor, um desempregado de 30 anos, que é cunhado da vítima, foi preso pela Polícia Militar. O suspeito alegou que o cunhado entrou em sua casa, deu um soco em seu rosto e chutou seu cachorro.

Segundo o boletim de ocorrência, durante a madrugada, quando os policiais chegaram encontraram a vítima caída ao chão ensaguentada. Testemunha relataram aos policiais, que o acusado do crime teria entrado em uma residência nas imediações, onde ele foi localizado e preso. A faca usada na agressão foi apreendida pela PM.

O agressor tinha lesões no joelho, mão e boca, que teria sido causadas durante a briga que teve com o pintor.

No Plantão Policial, o desempregado alegou que seu cunhado chegou em sua residência, deu um soco e chutou seu animal. Posteriormente, o desempregado pegou uma faca e golpeou o cunhado várias vezes. Mesmo ferido, ele caminhou por alguns metros e caiu na calçada. O suspeito informou que ficou em sua casa aguardando a chegada da polícia.

O delegado plantonista Alex Willians Adami decidiu pela autuação em flagrante sob acusação de tentativa de homicídio. Ele também pediu na Justiça que a prisão fosse convertida em preventiva, devido à gravidade das agressões. O acusado permaneceu preso até ser apresentado à audiência de custódia.

Cristiani Azanha

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

nove + 15 =