Homem é preso com quase 1,5 tonelada de maconha e trazido à PF de Piracicaba

Foto: Polícia Militar Rodoviária

Um homem foi trazido à delegacia de Polícia Federal de Piracicaba, por volta das 18h30 desta quinta-feira (27), após ser preso em flagrante trafegando com quase uma tonelada e meia de maconha dentro do carro. Além disso, o veículo em que ele estava era dublê.

A Polícia Militar Rodoviária informou que realizava patrulhamento de rotina pela rodovia Wilson Finardi (SP-191), em Rio Claro, quando, na altura do km 72+500, avistou o condutor de um veículo Toyota Hilux trafegando em alta velocidade e cometendo infrações de trânsito.

Policiais rodoviários deram ordem de parada ao indivíduo, contudo ele desrespeitou a corporação e deu início a uma fuga. A perseguição só chegou ao fim na estrada Jacutinga, onde ele foi abordado e detido.

No interior da Hilux, policiais encontraram quase uma tonelada de maconha — mais precisamente 1.489,9 kg da droga –, além de dois rádios receptores e um aparelho celular. Ao ser interrogado, o condutor da Hilux disse que negociou o “trabalho” por telefone e que receberia R$ 10.000 pelo transporte da carga. Ele vinha de Cascavel (PR) e tinha como destino a cidade de São Paulo (SP).

Somado a isso, a placa do veículo não era correspondente. Após uma consulta mais detalhada, os policiais descobriram que o veículo era dublê, com o real emplacamento sendo outro, produto de furto/roubo no Estado do Rio de Janeiro (RJ).

Diante dos fatos, a ocorrência foi encaminhada à delegacia de Polícia Federal de Piracicaba, onde o delegado determinou a prisão em flagrante do envolvido, além da apreensão do veículo, drogas e demais equipamentos.

POLÍCIA FEDERAL DE PIRACICABA — Ainda nesta quinta-feira (27), a Polícia Federal, com o apoio da Polícia Militar, prendeu em flagrante um homem recebendo notas falsas pelos Correios. As apurações tiveram início após os Correios comunicarem aos órgãos de segurança que haveria um pacote com indicativos de conter cédulas falsas. A PM abordou o suspeito logo após o recebimento da encomenda e o conduziu até a delegacia da Polícia Federal de Piracicaba, onde foi ratificada a voz de prisão em flagrante após a constatação de que, no interior da encomenda, havia diversas cédulas falsas de R$ 100 e R$ 50. O indivíduo foi preso em flagrante e responderá por crime de moeda falsa, conforme rege o artigo 289 do Código Penal, cuja pena varia de três a 12 de reclusão.

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

vinte − dez =