Homem pula muro da casa da ex e tenta agredi-la

Caso foi registrado no plantão policial (Claudinho Coradini/JP)

Um desempregado foi preso pela Polícia Militar, após ser acusado de agredir de pular o muro da casa da ex-esposa, no bairro Novo Horizonte, na noite desta terça-feira (28), mas foi impedido pelo próprio filho, um servente de 24 anos que conseguiu proteger a mãe. A mulher disse à polícia, que seu ex-marido é esquizofrênico, mas se recusa a tomar remédios e ainda ingere álcool e droga.

De acordo com a polícia, a mulher disse que foi casada com o agressor por cerca de dez anos e teve três filhos. A vítima alegou que seu marido sempre foi agressivo e violento, inclusive com os filhos. Ela decidiu romper com o relacionamento, pois já sofreu várias ameaças de morte.

No início da noite desta terça-feira, seu ex-marido pulou o muro e veio em sua direção para agredi-la, mas foi contido pelo filho. A mulher entrou em contato com a Guarda Civil e o suspeito foi abordado a poucos metros da casa da vítima.

A mulher informou à corporação que quer ser beneficiada por medidas protetivas para proibir que seu ex-marido se aproxime dela e de seus familiares.

O acusado negou ter agredido a ex-mulher. Confirmou que sobre de esquizofrenia, toma seus remédios, mas é usuário de drogas. O homem foi conduzido ao plantão policial, onde foi autuado em flagrante sob acusações de ameaça, lesão corporal e violência doméstica. Ele foi encaminhado à carceragem, onde permaneceu até ser apresentado à audiência de custódia.

Cristiani Azanha

[email protected]