O Buda Gigante transmite a sensação de paz e equilíbrio. (Crédito: Guigs95/Divulgação)

O turismo internacional continua em alta do mundo, afinal muitas pessoas têm o sonho de viajar para novos destinos, principalmente aqueles que te proporcionam a conhecer uma cultura diferente da qual está acostumado. O destino mais visitado em 2019 foi Hong Kong, uma ex-colônia britânica e região administrativa chinesa, porém o local é independente com seu próprio governo e suas próprias leis.

A região dos “arranha-céus” justifica o título de local mais visitando do planeta com diversas atrações fantásticas, agrandando todas as idades e diferentes gostos.

Hong Kong é conhecida como a cidade dos arranha-céus, em razão de seus altíssimos prédios, portando, para se ter uma dimensão do tamanho e imponência da região, a primeira parada é a Victoria Peak, onde o visitante se sente um gigante sob os prédios. Na parte da noite a vista fica mais linda ainda, já que a iluminação dos arranha-céus são um espetáculo a parte.

A cidade dos “arranha-céus” durante a noite” (Crédito: Yongsheng Gao)

Por ser na Ásia, Hong Kong tem diversos seguidores do budismo e o Tian Tan Buddha, também conhecido como Buda Gigante, é uma estátua de bronze de 34 metros. O monumento demorou 12 anos para ser concluído, e pode ser acessado por meio do teleférico Ngong Ping 360. Além da vista da natureza, a chegada a estátua transmite uma sensação de paz, atrelada com a linda paisagem do alto da montanha.

A cidade murada Kowloon, ao norte de Hong Kong, é uma das principais razões do alto número de turistas na região, em razão de suas inúmeras e diversificadas atrações. O Mercado das Flores reúne várias floriculturas, com diversas espécies de pantas do mundo inteiro. O Ladie’s Market foi criado para as mulheres, com diversos produtos femininos, porém seu objetivo é satisfazer todos os gêneros e idades, com produtos para adultos e crianças. A Torre do Relógio, que lembra o famoso Big Ben de Londres, tem 44 metros, mais de 100 anos e permanece em pé, como um ícone da cidade.

Para os cinéfilos, o local favorito é a Avenue of Stars (Avenida das Estrelas), com diversas homenagens as celebridades e artistas de Hong Kong.

Estátua de Bruce Lee pode ser visitada na Avenue of Stars. (Crédito: Michael Kafka)

A atração preferida das crianças é a Disneylândia Hong Kong, o único parque temático da Disney na Ásia e também o menor do mundo em tamanho, com 22,4 hectares. O local começou uma reforma em 2018 e a previsão é que elas finalizem em 2023, porém o parque não ficará fechado durante este período e conta com inúmeras atrações para atrair os turistas, que chegam a uma média de 34 mil por ano. A Disney Hong Kong segue o padrão do Magic Kimgdon de Orlando, porém por ter menos espaço, o passeio fica menos cansativo. As principais áreas do local são o Adventureland, com atrações do filme Tarzan; Grizzly Gulch, lembrando o velho oeste americano; a Toy Story Land e a Fantasyland, com o temas das princesas da Disney, principalmente a Cinderella.

A Ásia também tem sua Disneylândia, que fica em Hong Kong (Crédito: Mike Leung)

Outro parque famoso em Hong Kong é o Ocean Park, que abriga diversas espécies marinhas, com foco na conscientização a respeito destas espécies. O local conta com aquários e montanhas-russas, fazendo uma boa mescla de atrações radicais com passeios mais calmos.

Mauro Adamoli

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito − 13 =