Hospitais e profissionais são reverenciados pela luta diária

Profissionais da área hospitalar têm sido ‘heróis’ diante da pandemia da covid-19

Hospitais e trabalhadores são protagonistas no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus

Neste 2 de julho é comemorado o Dia do Hospital. A data faz referencia à fundação da ABH (Associação Brasileira dos Hospitais) ocorrida neste dia em 1.948, que é a entidade brasileira mais antiga de representação do setor hospitalar no País. “O 2 de julho também é uma homenagem às instituições e profissionais da saúde, que se dedicam ao próximo, trabalhando em um setor fundamental para manutenção e recuperação da saúde e bem-estar da sociedade”. A justificativa sobre a homenagem foi feita há dois anos pelo portal Setor Saúde e cabe perfeitamente nos dias atuais, quando, mais que nunca, os hospitais e profissionais são protagonistas no enfrentamento da pandemia de covid-19. “Vivemos um período difícil de pandemia onde os principais responsáveis pelo controle da covid-19 estão dentro dos hospitais.

Lembrar destas instituições e profissionais que se dedicam integralmente ao próximo buscando a manutenção e recuperação da saúde da população é fundamental”, afirmou o secretário de Saúde de Piracicaba, Filemon Silvano. O presidente do HFC (Hospital dos Fornecedores de Cana), José Coral, classifica como ‘luta diária’ a rotina dos hospitais de Piracicaba no enfrentamento da pandemia. “No Dia do Hospital lembramos o quanto os hospitais tiveram que aprender com a chegada da pandemia. Hospitais que são feitos de pessoas e que cuidam de pessoas. O vírus chegou rápido, desconhecido e invisível. Os profissionais da Saúde merecem nosso respeito e gratidão”, disse.

Para o diretor técnico da Santa Casa de Piracicaba, Ruy Nogueira Costa Filho, é no hospital que se faz as maiores intervenções nas pessoas em situação de agravo à saúde, seja de média ou alta complexidade. “É no hospital que chegam ao mundo novas vidas. E é no hospital também que, muitas vezes, se aprende a dar mais valor à vida. Afinal, o hospital é quase uma cidade onde geralmente trabalham milhares de profissionais das mais diversas profissões para atender pacientes de todas as idades e com as mais diversas patologias. E é justamente em função da importância deste espaço para a comunidade que o 02 de julho foi escolhido para reverenciar o Dia do Hospital”, afirmou o médico. “A data é uma maneira de homenagear as instituições e sobretudo reconhecer os profissionais que nelas atuam, evidenciando a importância que essas estruturas e suas equipes multiprofissionais têm para as comunidades no seu entorno”, avaliou Ruy destacando que a data faz refletir também sobre a atual realidade, marcada pela crise sanitária com a pandemia de covid-19.

Na data em que se celebra o Dia do Hospital, a Unimed Piracicaba revive a fundação da primeira unidade hospitalar, em 1986, e o início da assistência no novo centro médico, em 2011. Nesta dia, a cooperativa relembra as histórias de beneficiários que superaram obstáculos e, hoje, vivem com saúde, graças ao atendimento que receberam das equipes que atuam no Hospital Unimed. Segundo a Unimed, mais de 17 mil pacientes estão recuperados da covid-19 nesta pandemia. “A cada ano, o Hospital Unimed Piracicaba cresce mais. Iniciaremos, em breve, a ampliação da instalação assistencial com mais 150 leitos, incluindo serviço VIP, além de salas para inúmeras especialidades”, revelou Carlos Joussef, presidente da cooperativa.

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

2 − 1 =