IHGP divulga lançamento de livros; Maurano faz balanço de gestão

Foto: Alessandro Maschio/JP

Para fevereiro, instituto projeta lançamentos de dois títulos de mulheres historiadoras

As atividades de 2022 do IHGP preveem lançamentos em fevereiro de ao menos dois novos livros das autoras Marly Therezinha Germano Perecin e Marilda Soares. ‘As Luzes do Vale’, da historiadora Marly Perecin, já está com data de lançamento: no próximo dia 3, em evento virtual, agendado para as 19h30 na plataforma Zoom e no canal do instituto no Youtube. Marly volta ao passado em seu novo título para contar sobre as memórias piracicabanas e a cidade de Itu (SP). Já a obra intitulada ‘Acervo do Monte Alegre’, da também historiadora Marilda Soares, já saiu da gráfica e deve chegar ao público no próximo mês.

Outras publicações estão ‘no forno’, informa o IHGP. Em fase final de impressão, o livro comemorativo aos 50 anos da Escola José Martins de Toledo, de Ártemis, foi escrito pelo professor Willian Rodrigues da Silva. Também está na mesma fase o título ‘A Foto e a História – Piracicaba Antiga’, do jornalista Edson Rontani Júnior. Ambos serão disponibilizados aos apreciadores da cultura local no primeiro trimestre.

Outras impressões estão previstas e ficarão sob responsabilidade da próxima gestão do instituto. Uma delas é referente ao centenário de Tupi, sob o título ‘Tupi, 100 Anos de História’, do pesquisador Antonio Carlos Angolini. Alexandre Armando dos Santos e João Nassif assinam ‘História e Memória em Piracicaba’, com entrevistas de personalidades piracicabanas. Livros que ficarão ao encardo da próxima gestão.

O atual presidente do IHGP, Pedro Ometto Vicente Maurano, encerrou sua gestão em 2021 e comemora os resultados de dois anos à frente da entidade. “O desempenho foi satisfatório, apesar da pandemia e da crise econômica. Foram publicadas durante este período ‘O Circo do Veneno’, de Diógenes Donisete Moreira, ‘A Lenda da Cobrona, de Ivana Negri’, além das obras a serem lançadas”, diz Maurano também destacando ‘A Escola Naturalista de Pintura de Piracicaba’, ‘Somos Todos Iguais’, e ‘Dos Solos de Piracicaba às Terras da Amazônia’, além da revista anual com destaque para o grupo empresarial Dedini.

Também foram relevantes para Maurano a atribuição de títulos a novos membros do IHGP como para o diretor do Jornal de Piracicaba, Marcelo Batuíra, e a medalha de Prudente de Moraes conferida ao ex-presidente do IHGP, Vitor Pires Vencovsky.

Cristiane Bonin
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

14 − três =