Internacional vence sexta seguida e fica a um ponto do líder São Paulo

Internacional vence sexta seguida e fica a um ponto do líder São Paulo
Fonte: Agência Brasil

O Internacional chegou à sexta vitória consecutiva pela Série A do Campeonato Brasileiro e diminuiu para somente um ponto a diferença para o líder São Paulo. Neste domingo (17), o Colorado derrotou o Fortaleza por 4 a 2 no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 30ª rodada da competição.

O resultado levou os gaúchos aos 56 pontos, na vice-liderança. Na próxima quarta-feira (20), a equipe comandada por Abel Braga visita justamente o Tricolor paulista no Morumbi, às 21h30 (horário de Brasília). O time de Fernando Diniz não vence há três jogos (duas derrotas e um empate) e permitiu que o Inter reduzisse a diferença, que era de nove pontos antes da sequência. Se ganhar em São Paulo, o Colorado assume o primeiro lugar.

Já o Leão do Pici vive um jejum de oito jogos sem vencer e ocupa o 16º lugar, com 32 pontos. Se considerar as últimas 15 partidas, o Tricolor cearense tem apenas uma vitória (contra o lanterna Botafogo). A vantagem para o Bahia, 17º colocado e primeiro time na zona de rebaixamento, é de três pontos. O time de Enderson Moreira tenta a reabilitação na quinta-feira (21), às 19h, diante do Santos, na Arena Castelão, em Fortaleza.

Vitória colorada em jogo movimentado

A partida começou animada no Beira-Rio. Em 12 minutos, foram três gols. O Inter abriu 2 a 0 na bola aérea. Aos três minutos, Praxedes recebeu na esquerda do também meia Patrick e cruzou para Yuri Alberto cabecear. O goleiro Felipe Alves fez boa defesa, mas o rebote foi nos pés do atacante colorado, que empurrou para as redes.

Seis minutos depois, o lateral Moisés cobrou falta na área, pela esquerda, e o volante Rodrigo Dourado ampliou de cabeça. Mas a resposta do Fortaleza foi imediata. Aos 11 minutos, o lateral Carlinhos recebeu na esquerda e foi derrubado pelo meia Caio Vidal na área. O atacante Wellington Paulista cobrou o pênalti e diminuiu o prejuízo.

O Fortaleza passou a ficar mais com a bola, mas, além de não encontrar espaços na marcação colorada, cedeu contra-ataques perigosos. Em um deles, aos 28 minutos, Lucas Ribeiro foi derrubado próximo à grande área. O também zagueiro Victor Cuesta cobrou falta com categoria e acertou o travessão. Na sequência, após troca de passes, Praxedes finalizou perto da marca do pênalti e, não fosse uma cabeçada providencial do lateral Tinga, teria aumentado a vantagem gaúcha.

Na etapa final, o Inter teve a primeira chance no minuto inicial. Primeiro, Caio Vidal acertou a trave. No rebote, Yuri Alberto carimbou o zagueiro Paulão, que salvou o Fortaleza. A equipe cearense subiu a marcação e deu certo: aos dez minutos, Cuesta afastou mal de cabeça e o atacante Romarinho, de voleio, deixou tudo igual. Animado, o Leão do Pici quase virou aos 19 minutos com David. O atacante foi lançado à esquerda e bateu na saída do goleiro Marcelo Lomba, rente à trave.

Mas quando o Tricolor do Pici era melhor, o Inter liquidou o jogo. Aos 25 minutos, Patrick fez grande jogada pela esquerda e cruzou para o atacante Peglow, que tinha acabado de entrar, escorregar para mandar a bola nas redes. No lance seguinte, aos 31 minutos, Felipe Alves defendeu a batida cruzada de Moisés, mas o rebote explodiu em Carlinhos e foi para o gol, murchando as esperança de reação dos cearenses, que seguem em situação delicada.

Pênaltis decidem vitória do Bragantino

Maior rival do Fortaleza, o Ceará recebeu o Red Bull Bragantino na Arena Castelão e foi superado por 2 a 1, nos acréscimos. A vitória levou o Massa Bruta aos 38 pontos, abrindo nove pontos de vantagem para o Z-4 e assumindo a 12ª colocação. O Vozão, com 39 pontos, está uma posição à frente, mas perdeu a chance de encostar no G-6, zona de classificação à próxima Libertadores. Os alvinegros estão nove pontos atrás do Palmeiras, que é o sexto.

No primeiro tempo, o principal lance foi uma cabeçada do zagueiro Tiago, do Ceará, aos 23 minutos, que parou no travessão. Na etapa final, o atacante Artur sofreu pênalti do lateral Bruno Pacheco. O meia Claudinho bateu e colocou o Bragantino na frente, aos 10 minutos. Cinco minutos depois, o árbitro de vídeo (VAR) alertou para um puxão de Ricardo Ryller no também zagueiro Luiz Otávio, na grande área. A penalidade foi marcada e o atacante Lima igualou para o Vozão.

O duelo caminhava para o empate, quando, nos acréscimos, o VAR identificou toque de braço do volante William Oliveira na área. Mais um pênalti foi assinalado. Claudinho, novamente, foi para a bola e fez o gol da vitória dos paulistas, que voltam a campo na próxima quarta-feira, às 21h30, diante do Vasco, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). O Ceará terá que buscar a reabilitação na quinta, às 19h, contra o Goiás, no estádio da Serrinha, em Goiânia.

Veja a tabela da Série A do Brasileiro.

Internacional vence sexta seguida e fica a um ponto do líder São Paulo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 + 20 =