Jovem acolhe em abrigo mais de 50 gatos abandonados

Por amor, Vitoria cuida e busca adotantes para animais vítimas de maus tratos

Uma moradora de Piracicaba decidiu dedicar a vida a resgatar e cuidar de animais abandonados ou vítimas de maus-tratos na cidade. Vitoria Groppo de Lara cuida atualmente 60 gatos e gasta em média 160kg de ração por mês pra eles, (R$2.250,00) além da areia higiênica, aluguel do imóvel que utiliza de abrigo para os felinos, no bairro dos Alemães, e demais despesas.

Para manter a alimentação, o espaço e os cuidados veterinários, a protetora conta com o apoio de doadores. Para tanto, usa as redes sociais por meio do perfil no Instagram @abrigo_sweetcat para mostrar o seu trabalho, sensibilizar as pessoas para a causa animal e angariar doações.

“A maioria dos gatos tem alguma deficiência e/ou necessidade especial. Alguns não tem uma pata, outros não tem um olho e alguns são paraplégicos também. Eles foram resgatados vítimas de maus tratos, acidentes e abandonos”, diz Vitória.

Ela relembra ainda que antes de ter o abrigo, os gatos ficavam na própria casa dela, mas conforme a demanda aumentou, precisou alugar um local só para eles, “até para adaptar ao modo que eles precisariam até encontrar um lar definitivo”, complementa. Ao JP, ela conta que resgata os animais a dois anos e tem o abrigo a um.

Na propriedade, segundo a protetora independente, os animais são castrados, higienizados, vacinados e microchipados, além de receberem cuidados diários e visitas de uma médica veterinária, regularmente.

Após a recuperação, os gatos ficam à disposição de quem queira adotar. Vitória explica que as pessoas que acompanham o trabalho nas redes sociais procuram saber o procedimento de adoção. Ela leva informações sobre o escolhido ao aspirante a tutor e avalia se a casa tem estrutura para receber o pet.

“Para quem mora em apartamento, todas as janelas, varandas e basculantes devem ser teladas. Para quem mora em casa, os muros precisam ser altos e precisamos proteger portões, janelas e varandas. O gato não poderá ter qualquer acesso ao telhado/muros, muito menos à rua”, reforça Vitória.

Quando tudo dá certo, o tutor ainda precisa assinar um termo de responsabilidade.

Interessados em adotar um gato podem entrar em contato com a Vitória pelo telefone (19)98174-2526

Laís Seguin
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

6 + dez =