Julho Amarelo marca ações no mês de combate as hepatites virais

A principal prevenção para o tipo B é a vacinação (Foto: Divulgação)

Doenças inflamatórias que possuem predileção pelas células do fígado para sua replicação, as hepatites virais (A, B, C, D e E) causam desde quadros leves com poucos ou nenhum sintoma, até formas agudas graves fulminantes. Podem se tornar crônicas e evoluírem para cirrose e câncer hepático. São causadas por vários vírus e suas formas de transmissão são variadas.

O suporte da Câmara para a realização das ações da campanha estará aos cuidados do gabinete do vereador e 1º secretário, Pedro Kawai (PSDB). Para ele, ‘é fundamental que um órgão público, como a Câmara, esteja engajado em iniciativas que levam a informação e colaborem com a saúde pública dos cidadãos’. “Mais uma vez a Câmara se debruça em uma campanha importante para a saúde do município, em um mês de referência para a conscientização das hepatites virais. É preciso alertar a população que a transmissão dessas doenças é maior do que o HIV/Aids. O diagnóstico precoce é fundamental para o tratamento adequado”, disse o tucano.

A participação da Câmara no Julho Amarelo está prevista no requerimento de autoria de Kawai, aprovado no início do ano. O suporte da Câmara para a campanha começou em 2015, amparado em decreto legislativo.

No mundo, o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais é o 28 de julho (Dia D de Combate), instituído pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Segundo a presidente interina do Caphiv, Mayara Silva, a campanha é direcionada a todos os públicos, no entanto, o maior foco em 2020 é na população idosa, já que ela possui o maior número de casos positivos da doença. “Aproximadamente 20 mil pessoas viviam com o vírus das hepatites virais em nosso município. Hoje não sabemos ainda os novos dados e estamos aguardando números atualizados para apresentar no decorrer da campanha”, informou a presidente.

Durante todo o mês, a fachada do prédio principal da Câmara – na rua Alferes José Caetano – terá uma faixa amarela. Também para remeter ao assunto, a fita amarela ––símbolo da campanha–– foi inserida no topo do site oficial.

Está prevista ainda a veiculação de campanha de conscientização, sendo o material desenvolvido pelo Departamento de Comunicação e com suporte do gabinete do vereador Pedro Kawai.

Também em função da pandemia, o Caphiv irá intensificar a campanha por meio de vídeos, fotos e cartazes que alertam sobre a importância da realização dos testes gratuitos oferecidos no município.